A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/05/2013 15:42

Unânime, Câmara aprova moção a repórter constrangido por Bernal

Zemil Rocha e Jéssica Benitez
Câmara aprovou moção e fez ato político pela liberdade de imprensa (Foto: Marcos Ermínio)Câmara aprovou moção e fez ato político pela liberdade de imprensa (Foto: Marcos Ermínio)

A Câmara de Campo Grande aprovou durante a sessão desta terça-feira, por unanimidade, moção de congratulações ao jornalista Helton Verão, do Campo Grande News, “pelo trabalho enquanto profissional da imprensa, que mesmo diante das injustiças e das adversidades enfrentadas não se cala e não se intimida”. A moção foi apresentada pelo vereador Chiquinhos Telles (PSD) e foi assinada, adesivamente, por Paulo Siufi (PMDB) e Luiza Ribeiro (PPS).

Embora a moção não tenha feito menção ao fato que levou à sua apresentação, o autor, vereador Chiquinho Telles (PSD), ao propô-la, citou que o jornalista Helton Verão foi colocado em uma situação de constrangimento pelo prefeito Alcides Bernal (PP), diante de diretores de Ceinfs (Centros de Educação Infantil), ontem, no Centro de Recursos Humanos da Prefeitura de Campo Grande.

Ontem, Bernal chamou o repórter Helton Verão para o auditório e, atendido, criticou a cobertura jornalística quando à sua gestão. Do palco, o prefeito pediu aplausos para o repórter e declarou em seguida: “Vamos parar da falar mal do trabalho dos outros”. No término do seu espetáculo, o progressista solicitou que todos vaiassem o “bullying”, comportamento do qual se considera vítima e atribui à imprensa e outros setores.

Chiquinho lamentou que Bernal tenha exposto o jornalista e pedido vaias aos seus funcionários que dirigem os Ceinfs. Nesse momento, o vereador Paulo Pedra (PDT) exortou-o a apresentar “moção de desagravo”. Chiquinho rejeitou: “Estou fazendo essa moção de congratulação, justamente para não fazer outra moção de repúdio contra o Bernal”.

Há quase dois meses, no dia 19 de março, Chiquinho Telles foi o autor da primeira moção de repúdio a ser aprovada pela Câmara de Campo Grande, em 110 anos, contra um prefeito, o polêmico Alcides Bernal. Naquela ocasião foram 17 votos a favor da moção e oito contrários.

Agora, na votação de hoje, a aprovação da moção foi unânime, inclusive com Luiza Ribeiro, integrante da base de apoio de Bernal, assinado conjuntamente o requerimento com Chiquinho e Paulo Siufi, e com todos os votos dos integrantes da bancada governista. Até mesmo o líder do prefeito na Casa, vereador Marcos Alex (PT), votou favoravelmente. “Como é moção genérica, de valorização do trabalho profissional eu voto sim”, declarou Alex. O vereador Airton do PT, que num primeiro momento disse que votaria contra, também acabou votando a favor da moção.

A votação do requerimento acabou se transformando num ato político de homenagem à imprensa. “Se não fosse a imprensa, a Câmara estaria morta hoje”, disse Paulo Pedra. A vereadora Luiza Ribeiro também agradeceu a imprensa, porque sempre lhe dá espaço para informar suas ações e posicionamentos.

Carlão (PSB) também votou sim, mas ressaltou que é importante “dar valor aos profissionais que escrevem conforme o fato, sem criar factóides”. Carla Stefafini (PMDB) buscou informações com a reportagem do Campo Grande News sobre o fato e declarou em seguida: “Isso não pode acontecer. A imprensa tem que ser livre”.



Pensar que esses senhores ganham cerca de R$ 20.000,00 por mês para ficar com picuinhas, numa clara demonstração de que não tem o que fazer. Aliás, teriam, e muito, caso tivessem boa vontade.
Onde estavam enquanto o Hospital do Câncer era sucateado/privatizado?
 
SÉRGIO TOMÉ em 14/05/2013 19:21:04
PELA PRIMEIRA VEZ PARABÉNS A UMA NOTICIA, PARABÉNS CAMPO GRANDE NEWS.E AOS VEREADORES QUE VOTARAM NESTA MOÇÃO
 
ELY MONTEIRO em 14/05/2013 17:21:40
Fala sério 2.
 
Lair Gonçalves em 14/05/2013 17:12:30
“bullying”, Mãe do ceu, mas incompetência não e “bullying”, realmente estão fazendo errado com nosso querido prefeito. “bullying” são brincadeiras de mal gosto e incompetência e apenas incompetência não devemos misturar as coisas.
Definitivamente o caso do nosso prefeito não é bullying.
 
Ailton Januário Branco em 14/05/2013 17:02:25
Só por Deus, é falta de ter o que fazer? E quem vai aprovar um moção de repudio contra os Senhores? Campo Grande não precisa de mais nada.
 
Dilva Angelo em 14/05/2013 16:35:18
Senhores Vereadores.............ja estamos no meio do ano, no meu ponto de vista ja esta na hora de começar a trabalhar pela nossa capital, esse embate contra o prefeito, tambem ja esta cançando, será que os senhores não tem algum projeto mais importante para apresentar em beneficio para nossa capital? vale Lembrar tambem que os senhores tambem foram eleito pelo voto do povo. os erros e acertos, serão com certeza, avaliado pelo voto popular e com certeza muitos dos senhores não estarão reeleito na proxima eleição, com certeza por não terem cumprido com suas promessas de campanha, inclusive o Prefeito, O tempo da resposta a tudo.
 
Edson Bernal Arce em 14/05/2013 16:33:21
Será que os nobres cavalheiros que comentam já esqueceram que essas moções era tudo o que o Bernal fazia enquanto politico?
 
Yuri Zurutuza em 14/05/2013 16:25:47
fala sério!
 
Giullyano Rocha em 14/05/2013 16:14:45
Mas será que o nobres vereadores nao tem nada mais importante para fazer ......nao deve ter né....porque ta tudo certinho.....pra que se preocupar ......
 
rogerio carvalho em 14/05/2013 16:02:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions