A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

06/04/2016 13:58

Vereadores chegam de surpresa em unidades e flagram irregularidades

Falta de funcionários, remédios, merendas e até manutenção de serviços foram confirmados em bairros da Capital

Alberto Dias
Vereadores de olho no mato em escola do bairro Rita Vieira (Foto: Fernando Antunes) Vereadores de olho no mato em escola do bairro Rita Vieira (Foto: Fernando Antunes)

Vereadores se dividiram em dois grupos para checar o atendimento em unidades de saúde e de ensino, e saber como está o serviço de manutenção em bairros da Capital. Nesta quarta-feira (6), enquanto alguns parlamentares percorriam as ruas do Jardim Colibri II, Botafogo e Pioneiro, uma outra equipe chegava de surpresa em escolas dos bairros Itamaracá e Rita Vieira.

Entre irregularidades encontradas estava a falta de farmacêutico na UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro Botafogo. Próximo dali, na Escola Municipal Prof. Luiz Cavallon, faltavam funcionários administrativos e professores, e o parquinho das crianças estava desativado por falta de manutenção. Dentro do Ceinf (Centro de Educação Infantil) parecia tudo em ordem, até alguns moradores reclamarem a falta de vagas. Minutos depois, a responsável pela unidade informou a abertura imediata de 23 novas cadeiras no local.

A corrida terminou em um centro de múltiplas atividades, gerido pela Secretaria de Assistência Social (SAS), em que o prédio, cedido pela Educação, apresentava problemas na estrutura. “Telhas quebradas, bebedouro fora de uso e banheiro interditado foram algumas das deficiências que encontramos”, pontuou o vereador Eduardo Romero (Rede), ao lado dos colegas Airton Saraiva (DEM), Ayrton Araújo (PT) e Chiquinho Telles (PSD).

Efeito Câmara - As visitas são parte do projeto Câmara Comunitária, já na terceira edição. “Ao chegar para a abertura da ação de hoje, no Jardim Colibri, notamos que estavam podando árvores e pintando guias para nos esperar”, contou o vereador João Rocha (PSDB). “Ao percebermos que estavam maquiando os lugares onde iríamos, resolvemos fazer também algumas blitze supresa”, complementou o presidente da Câmara.

Os vereadores apelidaram de “Efeito Câmara” a mobilização da Prefeitura em bairros que receberão as visitas. “Quando fomos ao Serradinho, na primeira ação, estava tudo desarrumado, não havia remédio, nem merenda. Na semana seguinte, no Jardim Noroeste, já estava mais arrumado, com merenda nas escolas, e hoje no Colibri homens trabalhavam na manutenção. Isso é muito bom, mas precisa acontecer na cidade toda, concluiu o vereador Chocolate (PTB).

Blitz – Os sete parlamentares presentes na Câmara Comunitária se dividiram, e três deles seguiram para a blitz em outros bairros. A primeira “visita surpresa” aconteceu no Ceinf do Itamaracá, onde a despensa quase vazia pareceu comprometer a merenda das 200 crianças atendidas. “Havia pouquíssimos mantimentos, o freezer estava vazio e também não encontramos frutas, verduras e legumes”, lamentou o vereador Vanderlei Cabeludo (PMDB).

Para que os parlamentares pudessem entrar no Ceinf foi preciso aguardar uma equipe enviada pela Semed (Secretaria Municipal de Educação), que chegou 15 minutos depois e seguiu acompanhando a blitz no intuito de instruir as diretoras das unidades. De lá, a comitiva seguiu para o bairro Rita Vieira. Na escola municipal Professora Iracema Mario Vicente, a reclamação se voltou apenas para questões de manutenção, como poda do mato no pátio. A próxima ação será no dia 13, sempre às quartas-feiras, conforme informou a direção da Câmara Municipal. 

 





A hipocrisia política beira a má fé, por estar se aproximando as eleições todos saem da toca querendo fazer de conta que estão empenhados no atendimento da População.
Temos que dar um basta em politiqueiros desta estirpe, devem estar presente não é somente na beira de novas eleições.
O Povo estão cada dia mais politizados e cientes que Políticos são meros Funcionários Públicos e com um detalhe com prazo de validade e quem determina este prazo são seus Eleitores.
Estamos de olho....
 
jose luiz de brito em 07/04/2016 10:04:42
E COMEÇOU A PALHAÇADA MAIS UMA VEZ, ESSAS FIGURAS DESCOBRINDO QUE POSTOS DE SAÚDE NÃO TEM MÉDICOS, ESCOLAS NÃO TEM MERENDA COMO SE ELES NÃO SOUBESSEM DE NADA DURANTE TODO O MANDATO, MAS É MUITO CONVENIENTE FAZER ESTAS VISITAS ESSE ANO SE MOSTRAREM PREOCUPADOS COM O QUE ACONTECE FORA DO MUNDO MARAVILHOSO EM QUE ELES VIVEM ONDE TUDO FUNCIONA MUITO BEM, SAÚDE,EDUCAÇÃO, SEGURANÇA E LAZER TUDO AS CUSTAS DO SUOR ALHEIO. MAS FAZER O CIRCO ESTÁ ARMADO NOVAMENTE ACREDITE NESSAS PRAGAS QUEM QUISER E DEPOIS RECLAMEM POR MAIS QUATRO ANOS.
 
Marcos Alves Pereira em 06/04/2016 21:12:34
Puro oportunismo. Época de eleição é assim mesmo... Não fazem absolutamente nada durante os 3 primeiros anos... agora querem mostrar serviço.
 
MadStorm em 06/04/2016 20:59:03
Eles aprovam uma lei que impede que falem de politica nas escolas, mas usam estas para fazer politica. Pode isso Arnaldo.kkkk
 
Fabio Delfino em 06/04/2016 18:17:27
Acredito também que muitos vereadores nem conhecem certos locais de Campo Grande, devido a falta de compromisso com a população! Só estão fazendo isto por causa das eleições que viram...Na minha opinião é a pior câmara municipal da História de Campo grande.
 
Januario em 06/04/2016 17:16:06
Começou a Campanha Politica.
 
Beto em 06/04/2016 16:21:25
Alguns, acredito que estejam visitando uma escola pela primeira vez. A proximidade das eleições provocam pérolas.
 
Áttila Teixeira Gomes em 06/04/2016 15:29:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions