A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/06/2016 13:11

Vereadores criam canal para receber denúncias contra venda de vacinas

Alberto Dias
Vereador anuncia que novo canal de denúncias já está funcionando. (Foto: Fernando Antunes)Vereador anuncia que novo canal de denúncias já está funcionando. (Foto: Fernando Antunes)

Já está funcionando um canal para denúncias anônimas sobre irregularidades envolvendo a vacinação contra a gripe H1N1 em Campo Grande. Trata-se de email criado pelos vereadores que compõem a CPI da Vacina, instaurada pela Câmara Municipal para apurar suspeita de venda de doses e também aplicação de vacinas em pessoas fora do grupo prioritário.

O email para denúncias é: denuncia@camara.ms.gov.br, conforme anunciou o presidente da CPI, vereador Marcos Alex (PT), durante a sessão da Câmara Municipal nesta terça-feira (14). O parlamentar ressaltou que a CPI notificará o Instituto Butantã até amanhã, para prestar esclarecimentos detalhar como se deu o fornecimento de doses para a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).

O assunto levou o parlamentar, ao lado dos colegas Edson Shimabukuro (PTB) e Vanderlei Cabeludo (PMDB), ao 1º Distrito Policial para "troca de informações" com o delegado Fabiano Nagata, que conduz o inquérito policial sobre denúncia de vacinação em massa no gabinete do Prefeito. A visita aconteceu na última sexta-feira (10).

Esta manhã, o delegado ouviu a gerente técnica do Serviço de Imunização da Sesau, Cássia Tiemi Kanoaka que, durante 1h40, detalhou toda a logistica de fornecimento de doses às unidades de saúde da Capital. Às 15h, a polícia vai ouvir a assessora do prefeito, Márcia Scherer, que também integra a lista de servidores do primeiro escalão vacinados.

Outra denúncia dá conta, ainda, que vacinas contra a gripe, fornecidas pelo Ministério da Saúde, seriam vendidas a partir de R$ 40 cada em Campo Grande.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions