ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  31    CAMPO GRANDE 21º

Política

Vereadores desistem de reajuste dos próprios salários e do prefeito

Eles apresentaram projetos que fixam os salários atuais para vereadores e prefeito da cidade

Por Leonardo Rocha | 03/04/2020 12:49
Sessão na Câmara Municipal de São Gabriel do Oeste (Foto: Divulgação - SGDO)
Sessão na Câmara Municipal de São Gabriel do Oeste (Foto: Divulgação - SGDO)

Após polêmica e repercussão negativa, os vereadores de São Gabriel do Oeste, cidade que fica 145 km de Campo Grande, voltaram atrás sobre o reajuste dos seus próprios salários e do prefeito, que em média foi aprovado em 6%. Eles decidiram apresentar novos projetos que fixam os mesmos (vencimentos) valores atuais, definidos em 2016.

Segundo a assessoria da Câmara, as novas propostas foram apresentadas hoje (03) e entrarão em tramitação na semana que vem, podendo ser votadas em plenário. Se forem aprovadas, então os reajustes concedidos no dia 30 de março, que era de 6,8% ao prefeito e 6,4% para os vereadores, deixa de ter validade.

Nas novas propostas, os salários dos vereadores vão continuar em R$ 7.135,48 e do prefeito Jeferson Tomazoni (PSDB), fixado em R$ 22.136,75. A mesma regra servirá aos secretários municipais e vice-prefeito, que também continuarão a receber R$ 10.362,67.

Os reajustes que tinham sido aprovados no dia 30 (março), teriam validade apenas a partir de 2021, ou seja, iriam entrar em vigor para os novos vereadores e prefeito eleito, na eleição deste ano. Ela (votação) foi realizada nesta semana porque termina amanhã (4) o prazo para realização de reajustes, em função da legislação eleitoral.