ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  19    CAMPO GRANDE 28º

Política

Vereadores terão R$ 2,9 milhões para indicar ações na área social

Por Lidiane Kober e Kleber Clajus | 20/12/2013 13:44

A partir de 2014, os 29 vereadores terão R$ 2,9 milhões para indicar ações nas áreas da saúde e da assistência social. O recurso saíra do Femis (Fundo de Investimento Social), com o aval do prefeito Alcides Bernal (PP).

“Os confrontos entre a Câmara e o Executivo fizeram com que o prefeito desse maior participação aos vereadores na construção do orçamento. Houve um processo evolutivo que demandou diálogo intenso”, avaliou a vereadora Grazielle Machado (PR), relatora da emenda.

Líder de Bernal da Câmara, o vereador Alex do PT também comemorou a conquista dos parlamentares. “É uma vitória, um ano bom de muitas experiências, como essa possibilidade de ter uma parcela no orçamento garantida para indicar obras, coisa que nunca ocorreu”, comentou.

Cada um dos 29 vereadores poderá apresentar R$ 100 mil em ações até abril do ano que vem. Na Assembleia Legislativa, a prática é antiga e cada um, dos 24 deputados, tem R$ 800 mil para sugerir ações ao Governo do Estado.

Ainda nesta sexta-feira (19), a Câmara ratificou 1% do orçamento de Campo Grande, estimado em R$ 2,9 bilhões, para destinar à cultura.

De acordo com o vereador Eduardo Romero (PT do B), esta será a primeira vez na história da Capital que a cultura poderá contar com um orçamento maior para investir em ações, passando dos atuais R$ 1,6 milhão para aproximadamente R$ 9,6 milhões.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário