A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

10/10/2013 15:26

Zeca diz que seria "suicídio" PT apoiar André ou Reinaldo para o Senado

Zemil Rocha e Kleber Clajus
Zeca defende que PT evite PMDB e PSDB, buscando alianças à esquerda  (Foto: Cleber Gellio)Zeca defende que PT evite PMDB e PSDB, buscando alianças à esquerda (Foto: Cleber Gellio)

O vereador e ex-governador Zeca do PT considera que será “suicídio” político se o seu partido entregar a vaga de Senado para o governador André Puccinelli (PMDB) ou para o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB). “Ao invés de aliança à direita com PSDB e PMDB, que seja feita à esquerda”, defendeu Zeca esta manhã, na Câmara, ao ser questionado sobre os últimos acontecimentos políticos.

Para o ex-governador, no próprio PT ou em partidos de esquerda, como o PSB, é possível encontrar o candidato a senador para integrar a chapa majoritária a ser encabeçada por Delcídio do Amaral. “Para o Senado, acho que temos dois nomes fortes, o Pedro Kemp, do PT, e Tatiana Ujakov, do PSB”, informou.

Na opinião de Zeca, a intenção do governador André Puccinelli sempre foi e continua sendo candidatar-se à vaga do Senado no ano que vem. “Acho que ele está enganando os netinhos, dizendo que não era candidato. É fissurado em um cargo político”, declarou o ex-governador.

Quanto ao tucano Reinaldo Azambuja, Zeca considera que, além de ir contra a dinâmica da política nacional, já que o PSDB é adversário do governo petista da presidente Dilma Roussef, haveria o problema de concepções político-sociais divergentes. “Azambuja é contra os indígenas e a reforma agrária”, argumentou.

Alianças eleitorais - Durante debate com o vereador Delei Pinheiro (PSD), acusou os petistas de estarem fazer pressão para que seu partido apoie Delcídio do Amaral em 2014, o petista Marcos Alex também manifestou sua opinião sobre o cenário eleitoral. Para ele, alianças são possíveis e o PT não tem constrangimento de realizá-las, como teria feito com a bancada petista em relação ao governo municipal do PMDB, gestão de Nelsinho Trad.

Hoje o inverso estaria acontecendo, com os peemedebistas querendo apoiar o senador Delcídio do Amaral para o governo do Estado. Segundo Alex do PT, como é mais conhecido, “o PMDB está toda semana tentando fazer acordo com o PT”.

Alex não teme que o PMDB feche esquemas com grande número de partidos, dado o prestígio que o senador petista conquistou. “Delcídio vai dar uma surra de lavada”, afirmou.

 




Caro ex governador, hoje o nome e a esperança da Politica Sul mato-grossense chama-se Reinaldo Azambuja, saia candidato contra ele e as urnas vão lhes responder o que digo.
 
Rossandro Ramalho em 10/10/2013 18:56:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions