A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

09/07/2012 17:56

Plano Safra 2012/2013 tem aumento de 18% dos recursos em MS

Nicholas Vasconcelos

Plano Safra 2012/2013 foi lançado nesta segunda pelo Banco do Brasil.(Foto: Divulgação)Plano Safra 2012/2013 foi lançado nesta segunda pelo Banco do Brasil.(Foto: Divulgação)

Os recursos do plano safra 2012/2013, anunciado nesta segunda-feira (9) pelo Banco do Brasil, tiveram aumento de 18% em Mato Grosso do Sul, de R$ 2,25 bilhões em 2011 para R$ 2,66 bilhões neste ano.

O percentual de aumento é superior ao anunciado para o restante do país, já que os R$ 18 bilhões de crédito representam o crescimento de 12,5%.

Na safra 2011/2012 o total liberado para o agronegócio no Estado teve um aumento de 385%. Para a secretária da Seprotur (Secretaria de Produção e Turismo), Tereza Cristina, o aumento de recursos é reflexo do alinhamento das instituições do Estado. “São o resultado de boas práticas, de parcerias entre as instituições como a Agraer (Agência de Extensão Rural), Famasul (Federação da Agricultura) e o produtor rural”, destacou.

O valor destinado ao Pronaf (Programa de Agricultura Familiar) teve incremento de 20% em relação à safra passada, destinando neste ano R$ 139,5 milhões contra R$115,9 milhões em 2011/2012.

Também houve aumento no teto de contratação, que passou de R$ 50 mil para R$ 80 mil, e a redução da taxa anual de juros caiu para 4%. As associações e cooperativas que se enquadram no Pronaf também foram beneficiadas com o novo limite de financiamento de R$ 30 milhões.

Os financiamentos ligados ao Programa de Agricultura de Baixo Carbono tiveram redução de 0,5% nas taxas de juros, destinado aos projetos de recuperação de pastagens e produção agrícola sustentável.

Habitação Rural

Foi lançado também o Programa de Habitação Rural que prevê a construção de 100 mil casas até 2014 em todo Brasil. O programa faz parte do Minha Casa, Minha Vida, e as contratações para construção e reforma já tiveram inicio em julho e as primeiras entregas devem acontecer em outubro de 2013.

Os pequenos produtores e trabalhadores rurais, com renda anual de até R$ 15 mil, terão até 96% de subsídio para contratação de R$ 25 mil em construção e R$ 15 mil em reforma, com pagamento em até quatro anos.

Quem tem renda entre R$ 15 e R$ 30 mil, pode contratar até 80 mil, com taxa de juros anual de até 5,5%. Para quem tem renda entre R$ 30 e R$ 60 mil, a taxa varia entre 6 e 8,16%, com o mesmo teto de contratação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions