A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

09/08/2018 13:19

IBGE reduz em 7% estimativa da produção agrícola de MS na safra 2018

Por outro lado, o tamanho das lavouras teve uma pequena alta, de 0,23%

Ricardo Campos Jr.
Máquina trabalhando na colheita de soja em MS (Foto: Marcos Ermínio/arquivo)Máquina trabalhando na colheita de soja em MS (Foto: Marcos Ermínio/arquivo)

Levantamento da produção agrícola feito em julho pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) reduziu em 7,07% a estimativa da colheita de cereais, leguminosas e oleaginosas em Mato Grosso do Sul para a safra 2018.

Os cálculos feitos na pesquisa projetaram colheita de 17.462.728 toneladas no estado, queda de 1.329.164 toneladas em relação a junho.

Por outro lado, o tamanho das lavouras teve uma pequena alta, de 0,23%. A área ocupada pelas plantações saltou de 4.592.682 hectares para 4.603.499 hectares nesse mesmo período.

Essa situação foi influenciada em grande parte pelas perdas no milho safrinha, afetado seriamente pela estiagem. O IBGE calculou em 17,1% a projeção de queda nesse cultivo no estado, um dos maiores do país.

Com isso, a participação sul-mato-grossense na produção nacional de grãos despencou cinco pontos percentuais.

Dados nacionais – No país, a sétima estimativa de 2018 para a safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas totalizou 226,8 milhões de toneladas, com redução de 5,7% em relação à obtida no mesmo período em 2017.

A estimativa da área a ser colhida foi de 61,2 milhões de hectares, apresentando acréscimo de 12 161 hectares, frente à área colhida em 2017.

Na distribuição da produção pelas Unidades da Federação, o Mato Grosso lidera como maior produtor nacional de grãos, com uma participação de 26,5%, seguido pelo Paraná (15,8%) e Rio Grande do Sul (14,3%), que, somados, representaram 56,6% do total nacional.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions