A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

11/05/2018 16:42

Em 11 dias, maio amarelo registra cinco mortes no trânsito da Capital

De janeiro até agora, o Batalhão da Polícia Militar de Trânsito registrou mais de 3.611 acidente na cidade

Geisy Garnes
Jhony Sanches foi a sétima vítima de acidente na Capital (Foto: Danielle Valentim) Jhony Sanches foi a sétima vítima de acidente na Capital (Foto: Danielle Valentim)

O trânsito de Campo Grande já matou cinco pessoas nos onze primeiros dias do Maio Amarelo, mês da campanha que promove atividades sensibilizadoras e educativas para os motoristas. Segundo balanço da BPTran (Batalhão da Polícia Militar de Trânsito) 31 pessoas morreram em acidentes na área urbana, de janeiro até agora.

Desde o dia 1º deste mês, mais de 260 acidentes foram registrados pelo Batalhão de Trânsito. Neste sexta-feira, os militares atenderam oito colisões com vítimas, uma delas resultou na morte do motociclista Jhony Sanches Feitosa, de 20 anos. O acidente aconteceu no cruzamento das ruas Marcelo Roberto e Alberto Lamêgo, no Conjunto José Abrão.

Nos cinco primeiros meses do ano, foram mais de 1.606 acidentes com pessoas feridas e 1.994 sem vítimas, um total de 3.611 colisões.

Jacinto foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu (Foto: Saul Schramm)Jacinto foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu (Foto: Saul Schramm)

Acidentes - No dia 3 de maio, o idoso Jacinto Soares da Silva, de 93 anos, morreu na Santa Casa de Campo Grande, depois de ter sido atropelado por um motociclista, durante a manhã, na Avenida Presidente Vargas, esquina com a Avenida Júlio de Castilho, no Lar do Trabalhador em Campo Grande

No dia 5 de maio, Fernando da Silva Azevedo, de 21 anos, e Mário Márcio Dias Martins, 15 anos, morreram durante tentativa de ultrapassagem na Avenida Ipamerim, na Moreninha II.

No dia 6 de maio, Nilton Lima dos Santos, de 46 anos, morreu após a colisão entre um carro e a motocicleta que guiava na avenida Euler de Azevedo, em Campo Grande. Nilton estava em uma Yamaha R1 quando foi atingido por um Citroën C3 no sentido bairro-centro.

Nesta manhã, Jhony foi atropelado por um caminhão no cruzamento das ruas Marcelo Roberto e Alberto Lamêgo, na região oeste de Campo Grande. Com o impacto, o motociclista parou embaixo do veículo e morreu antes mesmo de receber atendimento. O autor do acidente passou mal e precisou ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

 

Roubo e perseguição - No dia 4 de maio, horas depois do lançamento da Campanha Maio Amarelo, dupla não identificada, morreu atropelada na Avenida Gury Marques pelo veículo da vítima que havia acabado de roubar. Os assaltantes foram perseguidos e chegaram a disparar contra o empresário. Essa morte não é contabilizada pelo BPTran em suas estatísticas, em razão das circunstâncias em que ocorreu, que levam a ser tratada como homicídio.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions