A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

16/07/2018 15:20

Justiça põe em liberdade motorista envolvido em acidente com morte

O condutor do carro passou pelo teste do bafômetro, que apontou 0,37 miligramas de álcool por litro de ar em seu organismo. O valor tolerado por lei é 0,05 mg

Anahi Zurutuza
Cruzamento onde aconteceu a ocorrência (Foto: Marina Pacheco)Cruzamento onde aconteceu a ocorrência (Foto: Marina Pacheco)

A Justiça liberou Ricardo Reis Rocha, condutor do Ford Fiesta que se envolveu no acidente de trânsito que acabou na morte de um motociclista, na madrugada de domingo (15), do pagamento de fiança. O motorista que, segundo o boletim de ocorrência estava embriagado, responderá ao processo em liberdade.

A juíza plantonista Luciane Buriasco Isquerdo já havia tomado a decisão no domingo, quando a ocorrência havia sido registrada como lesão corporal, e manteve na manhã desta segunda-feira (16) durante audiência de custódia.

Ricardo precisou passar por audiência porque mesmo com a ordem de soltura, o delegado plantonista da Depac (Delegacia de Atendimento Comunitário) do Centro decidiu mantê-lo preso após descobrir que na verdade, Fabricio de Souza Amorim, o motociclista, havia morrido no hospital. A decisão da magistrada levou em conta a prisão por embriaguez.

Fabrício chegou a ser socorrido por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado para a Santa Casa da Capital, mas morreu logo depois.

O acidente aconteceu por volta das 2h, no cruzamento da avenida Ceará com a rua Santa Bárbara. Os condutores seguiam em sentidos diferentes da avenida e o acidente teria acontecido após o motociclista tentar fazer conversão à esquerda.

O motorista do carro passou por teste do bafômetro, que apontou alteração de 0,37 miligramas de álcool por litro de ar em seu organismo. O permitido por lei é 0,05 mg.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions