A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

10/08/2018 22:08

Vítima que morreu atropelada por moto era de Corumbá e tinha 36 anos

Adriano Fernandes
Corpo de Pâmela ficou no meio da avenida após o impacto. (Foto: Graziela Almeida) Corpo de Pâmela ficou no meio da avenida após o impacto. (Foto: Graziela Almeida)

Foi identificada como Pâmela Oliveira da Silva, de 36 anos, a travesti que morreu atropelada por um motociclista, esta noite (10) na Avenida Cônsul Assad Trad, em frente ao Cemitério do Cruzeiro, no Bairro Coronel Antonino em Campo Grande.

A vítima morava na Capital, mas é corumbaense, onde ainda vive a família. De acordo com o pai, o motorista Carlos Ibarra Dias Silva, de 60 anos, neste sábado (11) logo pela manhã a família deve vir à Capital para tentar providenciar o transporte do corpo para o interior.

“Uma amiga ‘dele’ quem nos avisou sobre a morte. Foi um choque muito grande. Se não conseguirmos trazer o corpo talvez sepultemos aí mesmo”, resumiu o pai. O nome do registro civil de Pâmela era Rodrigo Cesar de Oliveira da Silva. 

Acidente

Pâmela atravessava a avenida quando foi atingida pela moto modelo Yamaha 600cc, que seguia sentido Atacadão-Terminal General Osório. Com a colisão o condutor da moto, Willian Arruda, também teve escoriação e foi encaminhado pelo Corpo de Bombeiros à Santa Casa de Campo Grande. Pâmela já estava sem os sinais vitais quando os militares chegaram ao local.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions