A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Julho de 2019


11/07/2019 06:19

Trilha e flutuação, uma experiência imperdível a 234 km de Campo Grande

Com a temperatura da água na marca de 24 graus o ano todo, passeio é atrativo na nascente do Rio Olho D'água em Jardim

Paulo Nonato de Souza
Flutuação no Rio Olho D'água, um afluente do Rio da Prata, em Jardim, em meio a piraputangas (Foto: Márcio Cabral)Flutuação no Rio Olho D'água, um afluente do Rio da Prata, em Jardim, em meio a piraputangas (Foto: Márcio Cabral)

Flutuar. Mais do que um verbo, uma bela experiência em Jardim, a 234 km de Campo Grande. E nem o inverno é capaz de estragar o passeio na nascente do Rio Olho D'água, uma imensa piscina natural, porque, de acordo com os guias, a temperatura da água permanece o ano todo na casa de 24 graus. O Olho D'água é afluente do Rio da Prata, um dos principais rios da região.

A flutuação é precedida de uma caminhada de 2 km por uma trilha à beira do Rio da Prata. Se você estiver ansioso para flutuar, até pode considerar o trecho longo, mas nem irá perceber. A trilha é interpretativa, uma espécie de aula prática de educação ambiental, e além dos ensinamentos dos guias sobre a importância de se respeitar e preservar a natureza, ainda há a chance de avistar quatis, macacos, queixadas, cotias, tamanduás, catetos, diferentes espécies de aves, orquídeas, bromélias e árvores centenárias.

Há um limite de 9 pessoas nos grupos formados para a flutuação. Logo que chegam na sede da fazenda Recanto Ecológico Rio da Prata, localizada a 36 km de Jardim e a 52 km de Bonito, na região do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, todos recebem os equipamentos obrigatórios, como o traje de neoprene 5mm, máscara e snorkel (aparelho que permite ficar submerso e respirar normalmente) e também as orientações sobre cuidados e o que não usar antes de cair na água. Por exemplo, repelentes e filtro solar não são permitidos, e deparar com sucuri e jacaré não é comum, mas pode acontecer.

Com tudo pronto, chega a hora de seguir em um veículo do Grupo Rio da Prata até o ponto inicial da trilha interpretativa, na entrada da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). É de onde o grupo partirá para o local da flutuação na nascente do Rio Olho D'Água. Chegando lá, o último passo antes de cair da água será um rápido treinamento do guia sobre o uso da máscara e o snorkel.

A nascente do Rio Olho D'água vista de cima, uma imensa piscina natural distante 36 km de Jardim (Foto: Marcos Amend)A nascente do Rio Olho D'água vista de cima, uma imensa piscina natural distante 36 km de Jardim (Foto: Marcos Amend)

As orientações do guia são importantes para que você não tenha surpresas nem problemas com os equipamentos. Ao mergulhar no rio, serão tantas atrações ao seu redor, como cardumes de piraputangas, dourados, curimbatás, piaus e outras espécies de peixes do Pantanal, que certamente vai querer aproveitar cada segundo na água. Entre o tempo da caminhada na trilha e a flutuação, o passeio tem duração de 4 horas.

Outra opção para quem realiza o passeio é o almoço servido na sede do Recanto Ecológico Rio da Prata ao preço de R$ 56 por pessoa. Após almoçar uma comida tipicamente sul-mato-grossense, seguida de sobremesa a base de doces caseiros, será hora de relaxar no redário da fazenda ao som do canto dos pássaros.

Como chegar – Se você estiver em Jardim, o acesso é pela rodovia BR-267, km 518, no sentido Porto Murtinho. Partindo de Bonito, o acesso é pela rodovia MS-178 ou pela rodovia BR- 267. As reservas são feitas diretamente nas agências de turismo credenciadas de Jardim e Bonito. Se você precisar de transporte a partir de uma das duas cidades, o trajeto de Van custa R$ 75 por pessoa.

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.