A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019


15/03/2019 13:42

Veja como funciona o trem que liga São Paulo ao Aeroporto de Guarulhos

O Campo Grande News fez o teste e mostra como é a interligação de trem e metrô entre São Paulo e o Aeroporto de Guarulhos

Paulo Nonato de Souza
O que seria para a Copa de 2014, o sistema de interligação trem e metrô funciona desde o ano passado, mas exige espírito aventureiro do usuário (Foto: Gabriela Biló)O que seria para a Copa de 2014, o sistema de interligação trem e metrô funciona desde o ano passado, mas exige espírito aventureiro do usuário (Foto: Gabriela Biló)

Se você vai chegar em São Paulo pelo Aeroporto Internacional de Guarulhos, saiba que desde o ano passado é possível ir de trem do aeroporto em direção ao centro ou para qualquer outro ponto da cidade, ou no sentido contrário, com a interligação dos modais ferroviário e metroviário. Mas saiba também que a opção do usuário não é tão simples como deveria ser.

Esta semana, o canal de turismo Lugares Por Onde Ando, do Campo Grande News, testou o funcionamento da interligação da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e o metrô paulistano. Uma constatação importante é que o sistema, inaugurado em março de 2018, é bem mais econômico na comparação com outros meios de transporte de passageiros entre a cidade de São Paulo e o Aeroporto de Guarulhos.

Em uma manhã de um dia normal de trabalho na maior cidade do país, fizemos o trajeto desde o Aeroporto de Guarulhos até o nosso hotel na região da Avenida Paulista em pouco mais de duas horas de duração, após quatro baldeações, desencontros e tempo de espera nas estações.

Apesar do nome, a Estação Aeroporto não fica em nenhum dos três terminais e os passageiros são levados em ônibus gratuitos (Foto: Paulo Nonato de Souza)Apesar do nome, a Estação Aeroporto não fica em nenhum dos três terminais e os passageiros são levados em ônibus gratuitos (Foto: Paulo Nonato de Souza)
Os ônibus da empresa administradora do Aeroporto Internacional de Guarulhos deixam os passageiros na porta da estação (Foto: Paulo Nonato de Souza)Os ônibus da empresa administradora do Aeroporto Internacional de Guarulhos deixam os passageiros na porta da estação (Foto: Paulo Nonato de Souza)

“De carro, no horário do hush (hora em que as pessoas vão ou voltam do trabalho, causando congestionamentos), o tempo de duração da viagem entre o Aeroporto de Guarulhos e a Paulista é de 1h30”, disse Alex Oliveira, um ex-funcionário do aeroporto, que mora em Guarulhos e atualmente ganha a vida como motorista de aplicativo. Ele foi uma espécie de guia da nossa reportagem.

A opção é relativamente barata, só R$ 4 por um bilhete único, se comparado com os R$ 96,36 se tivéssemos chamado um Uber. Neste aspecto, a opção é imbatível, e o translado seria perfeito, não fossem os desconfortos que exigem espírito aventureiro de quem optar pela integração CPTM/Metrô, começando pelo fato de que a estação Aeroporto-Guarulhos, apesar de estar de frente para as pistas de pousos e decolagens, não fica em nenhum dos três terminais. Significa que os trens ligando as estações Luz, Brás e Tatuapé, também servidas pelo metrô, não chegam nem partem de dentro do aeroporto, e o passageiro tem que usar os ônibus gratuitos da GRU Airport, empresa administradora do Aeroporto Internacional de Guarulhos, para o seu deslocamento.

Dos três terminais do aeroporto, o Terminal 1, exclusivo para voos domésticos e atendem as companhias aéreas Azul e Passaredo, é o mais próximo da Estação Aeroporto-Guarulhos, apenas 500 metros com acesso por uma passarela de 450 metros sobre a avenida Helio Schmidt. Em relação aos outros dois, o Terminal 2 e o Terminal 3, que atendem voos nacionais e internacionais, a distância é de 2 km e 3 km, respectivamente.

O mapa mostra a circulação dos ônibus gratuitos entre os terminais do aeroporto (Fonte: GRU Airport)O mapa mostra a circulação dos ônibus gratuitos entre os terminais do aeroporto (Fonte: GRU Airport)
Todo o trajeto até a Estação Engenheiro Goulart é supertranquilo. O drama da superlotação começa a partir da integração com a Linha 12-Safira (Foto: Paulo Nonato de Souza)Todo o trajeto até a Estação Engenheiro Goulart é supertranquilo. O drama da superlotação começa a partir da integração com a Linha 12-Safira (Foto: Paulo Nonato de Souza)
Vagão do trem entre a Estação Aeroporto e Engengeiro Goulart: novo, limpo e quase vazio (Foto: Paulo Nonato de Souza)Vagão do trem entre a Estação Aeroporto e Engengeiro Goulart: novo, limpo e quase vazio (Foto: Paulo Nonato de Souza)

Mas ter que circular de ônibus entre os terminais e a Estação Aeroporto-Guarulhos nem é tão complicado ou desafiador. Os ônibus à disposição dos passageiros, de cor verde-limão, são bem sinalizados e alternam viagens em duas rotas na área do aeroporto: uma que vai apenas para o Terminal 1 e outra que faz o trajeto para os terminais 2 e 3 com intervalos de 15 minutos.

O embarque na Estação Aeroporto (Linha 13-Jade) é supertranquilo, e faz parecer que tudo será uma maravilha desde a compra do bilhete no guichê sem filas, o acesso à plataforma e o percurso de 12,2 km em vagões quase vazios até a Estação Engenheiro Goulart, onde acontece a primeira baldeação de trem para a Linha 12-Safira no sentido Estação Brás, passando pela Estação Tatuapé. É a partir deste ponto que começa a aventura do aperto nos trens.

Na plataforma você logo percebe o movimento de usuários do dia a dia buscando uma maneira de entrar no trem que vem de São Miguel Paulista, zona leste de São Paulo, com a certeza de que chegará lotado e partirá ainda mais cheio de pessoas sentadas e em pé. O trem chega, para de mansinho, as portas são abertas, mas de tão cheio nem tem como embarcar. Muitos desistem e esperam por outro trem na expectativa de que o próximo venha mais vazio.

Os trens lotados tornam impossível a vida de passageiros, especialmente com bagagens, e quando na Estação da Luz o mar de gente é ainda maiorOs trens lotados tornam impossível a vida de passageiros, especialmente com bagagens, e quando na Estação da Luz o mar de gente é ainda maior

“Da maneira como funciona essa interligação, não funciona. Se você chega com bagagens fica inviável. E como não ter alguma bagagem se está chegando ou embarcando em um aeroporto?”, questionou o estudante Fernando Henrique de Freitas, de 21 anos, que vinha de Cuiabá e precisava chegar na região da Barra Funda, onde participaria de um congresso. Mesmo com apenas uma mochila nas costas, por duas vezes ele hesitou e não pegou o trem lotado.

Já uma passageira que vinha do Maranhão com uma mala grande pretendia fazer a interligação com o metrô na Estação da Luz, mas desistiu da ideia na Estação Brás, onde faria a baldeação para uma composição que a levaria até a Luz. Ela optou por chamar um motorista de aplicativo para chegar no seu destino ao tentar e nem conseguir se aproximar da área de embarque no trem Brás/Luz. “De tão cheio não cabe nem meu celular, que dirá eu e minha mala”, desabafou.

No Terminal 2, local de embarque no ônibus que leva os passageiros direto para a estação de metrô do Tatuapé (Foto: Paulo Nonato de Souza)No Terminal 2, local de embarque no ônibus que leva os passageiros direto para a estação de metrô do Tatuapé (Foto: Paulo Nonato de Souza)

OPÇÃO DE LINHA DIRETA – O Campo Grande News apurou que além da interligação pinga-pinga, há a alternativa direta pelo serviço Airport-Express entre o Aeroporto de Guarulhos e a Estação da Luz por R$ 8,60. Sem paradas, o tempo de viagem é estimado em 35 minutos.

São cinco horários de partidas nos dois sentidos. A linha funciona de segunda a sexta-feira com saídas às 10h, 12h, 14h, 16h e 22h no sentido Estação da Luz-Aeroporto de Guarulhos e às 9h, 11h, 13h, 15h e 21h no sentido Aeroporto de Guarulhos-Estação da Luz.

Há também a opção da Linha 257 da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) que parte do Terminal 2 para a estação de metrô do Tatuapé a cada 15 minutos das 5h da manhã à 00h10. Esse ônibus faz os trajetos Aeroporto de Guarulhos/Metrô Tatuapé/Aeroporto de Guarulhos ao preço de R$,45 por viagem.

Alex Oliveira, motorista de aplicativo, e ex-funcionário do setor de locomoção de aeronaves do Aeroporto de Guarulhos foi o guia da nossa reportagem (Foto: Paulo Nonato de Souza)Alex Oliveira, motorista de aplicativo, e ex-funcionário do setor de locomoção de aeronaves do Aeroporto de Guarulhos foi o guia da nossa reportagem (Foto: Paulo Nonato de Souza)
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.