A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

18/02/2012 09:13

Corpo de Bombeiros orienta sobre cuidados durante os dias de folia

Marta Ferreira

O Corpo de Bombeiros divulgou um alerta à população neste período de Carnaval, em que muitos viajam e outros tantos, em meio à folia, exageram na bebida alcoólica e na animação, ou ainda descuidam das crianças e da casa.

“Antes de sair de casa é necessário tomar alguns cuidados para garantir sua segurança e de sua casa como verificar se o botijão de gás está fechado, se aparelhos elétricos estão desligados, inclusive, com o cabo de força retirado da tomada. Em caso daqueles cabos que devam permanecer ligados, verificar se está em uma tomada exclusiva, evitando sobrecarga, e no caso da falta de energia elétrica não deixar velas acessas pela casa para, desta forma, evitar um risco de incêndio”, orienta o chefe da comunicação dos bombeiros, o tenente-coronel Joilson de Paula.

Os cuidados com as crianças e com os idosos devem ser redobrados, alertam os bombeiros. “É bom colocar uma identificação com o nome da criança, endereço e número de telefone e pendurar em seu pescoço ou colocar como pulseira em seu braço caso ela se perca. Também em locais com piscinas ou rios e lagos, sempre ter um responsável por perto", orienta o coronel.

O álcool ainda é a maior preocupação das autoridades de segurança e o Corpo de Bombeiros reforça a importância de beber com responsabilidade. “A maioria das tragédias que acontece têm o envolvimento do álcool, seja qual for, desde uma briga doméstica até um afogamento ou um acidente de trânsito. Por isso, enfatizo a questão de não extrapolar na bebida, para que assim possamos ter um carnaval alegre e sem confusão; brincar de forma saudável é a dica mais importante para todos os foliões” intensifica o coronel de Paula.

Segundo o balanço divulgado pela Corporação, no Carnaval do ano passado o Corpo de Bombeiros registrou 1.328 mil ocorrências em todo o Estado, mais que o dobro no mesmo período de 2010, quando foram 554 ocorrências. Desse total, 133 eram relacionadas a acidente de trânsito e a maioria da Capital. O balanço revelou também que na mesma época foram registrados 12 incêndios, 18 agressões físicas, sete quedas de lugares altos, seis ferimentos por arma de fogo entre outros.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions