A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

09/12/2011 17:52

Professores aceitam proposta de reajuste apresentada pelo governo

Edmir Conceição
Representantes de 71 sindicatos de trabalhadores em educação aprovam proposta de reajuste apresentada pelo governo. (foto: Divulgação)Representantes de 71 sindicatos de trabalhadores em educação aprovam proposta de reajuste apresentada pelo governo. (foto: Divulgação)

Assembleia geral com representantes de 71 sindicatos de trabalhadores em educação aprovou a proposta de reajuste salarial apresentada pelo Governo do Estado. Pela proposta, professores terão 8.33% de aumento. O índice corresponde ao reajuste de 7% (acima dos índices da inflação de novembro 2010 a outubro de 2011), mais a incorporação de 5% da regência no vencimento base.

O presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Roberto Magno Botareli Cesar, disse que embora o reajuste salarial proposto pelo governo não seja o ideal para a categoria, que busca o piso salarial nacional por 20 horas, entende que para o momento o índice mantém o poder aquisitivo dos salários, acrescido de pequeno ganho.

“Nós aceitamos a proposta e isso não significa que tenhamos que abrir mão das nossas bandeiras, a partir de 1º de fevereiro a luta pela valorização profissional que queremos continuará”, afirmou.

Roberto Magno ressaltou ainda que no próximo ano o Governo do Estado irá reabrir as negociações com a Federação e questões como a definição de uma política salarial para os anos de 2013 e 2014 e a reformulação da Lei Complementar nº 0087 serão definidas até o final de março.

“As lutas como trazer os administrativos em educação para o Estatuto dos Trabalhadores em Educação, 1/3 da hora atividade e uma política salarial justa para os trabalhadores em educação, continua, pois sabemos que ainda temos e sempre teremos muito que avançar para conquistarmos a valorização profissional que queremos”, disse.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions