A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

14/09/2015 18:56

Através de liminar, plantões odontológicos voltam a ser obrigatórios em Corumbá

Renata Volpe Haddad

Os plantões odontológicos que haviam sido suspensos no Pronto Socorro Municipal de Corumbá, distante 419 km de Campo Grande, no dia 1º de setembro, voltam a ser obrigatórios, através de liminar concedida no Ministério Público, pelo Sindicato dos Odontologistas.

Veja Mais
Corumbá sedia corrida de aventura e se consolida como polo de esportes radicais
Festival América do Sul Pantanal começa nesta quinta em Corumbá

A prefeitura municipal suspendou os atendimentos de 0h até às 6h, alegando que não tinha procura neste horário, medida tomada para conter gastos. Porém, de acordo com o advogado do Sindicato, Alexandre Chadid, foi ingressada uma ação civil pública no dia 8 de setembro, pedindo a liminar para que os atendimentos voltassem a ser 24 horas.

"O sindicato é dos profissionais, mas pensa na população. Sendo assim, sobre o fundamento de que a saúde é serviço público essencial e não pode ser ininterrupto, entramos com a liminar", alega o advogado.

Conforme Chadid, Corumbá tem 110 mil habitantes e quem não tem condições de pagar um atendimento odontológico, precisa recorrer ao SUS. "Mesmo com baixa procura, os pacientes precisam da disponibilidade de um profissional. O cirurgião dentista é tão preciso quanto um médico de plantão", analisa.

Atualmente, são 50 profissionais que atendem pelo SUS em Corumbá. A prefeitura pode recorrer à decisão.

Procurada pela reportagem do Campo Grande News, a assessoria de imprensa da prefeitura do município, alegou que ainda não recebeu nenhuma decisão. E assim que receber, o setor jurídico da prefeitura tomará as devidas providências.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions