A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

20/07/2017 06:00

Festival de Inverno de Bonito

Por Loiva Heidecke Schiavo (*)

Ao tempo em que comemora sua maioridade ao completar 18 anos, o Festival de Inverno de Bonito traz formatação mais democrática e voltada para o empoderamento cultural da população.
Foi através de ampla discussão principalmente com a comunidade local que o FIB 2018 ganhou outra concepção, sendo esta edição realmente concebida de baixo para cima, apesar das polêmicas de sempre.

Considerando, que o empoderamento, não é uma visão individualista e sim onde todo membro da sociedade será mais atuante e dela melhor desfrutará. E assim, quanto maior for o espectro de seu conhecimento e envolvimento de seus cidadãos, em contrapartida reverterá em benefício para suas demais práticas de vida individuais ou coletivas.


Por isso a proposta foi muito bem recebida pela comunidade local e resultou num acerto e com a programação e o desenvolvimento de suas oficinas atendendo as necessidades de grupos específicos para as quais se destinam. Estabelecendo uma prática entre a organização FIB 2018 e a sociedade que há anos reivindicava sua participação.


O empoderamento do Festival de Inverno pela população foi ressaltado no lançamento em Bonito, pelo Secretário de Cultura e Cidadania, Athayde Nery e a Secretaria de Educação e Cultura e Bonito, Roseli Fátima Gambim. Os dois foram enfáticos em destacar os benefícios desta experiência que deverá ser repetida para a realização do Festival América do Sul Pantanal, de Corumbá.


Dentre as inovações propostas e discutidas com a população, está uma programação especial no Centro de Múltiplo Uso (CMU), que trará uma série de atividades culturais, que vão desde espetáculos de teatro a shows e espaço para declamação de poesias.


O FIB 2018 se consolida, com propostas que vão muito além de música, mais carregando e entendendo também que as vivências culturais sejam, em locais institucionalizados, como CMU (Centro de Múltiplo Uso), museus, escolas, bairros, assentamentos, distritos, ou mesmo em locais abertos, como a praça da liberdade onde ocorrerão os shows totalmente gratuitos e que trarão o ideal de conscientização para os participantes locais e visitantes.


É necessário criarmos estratégias e conscientização de empoderamento em nosso cotidiano. Em
experiências habituais no sentido de reivindicar nossos direitos em relação a humanidade e as questões políticas onde estamos vivenciando momentos “totalmente contraditórios” aos nossos ideais.


Logo sob essa perspectiva de termos este ano um Festival de Inverno mais plural e aberto, significará o comprometimento de promover uma sociedade mais justa para todos.

Sob essa compreensão que seja mais uma vez bem-vindo e que tenha vida longa o Festival de Inverno de Bonito. Mato Grosso do Sul, ganha um evento mais com a sua cara e regionalidade se transformando num destino obrigatório nas turnês dos grandes nomes da música nacional e regional, sem contar Bonito, que receberá nestes 4 dias de evento visitantes de todo o MS.

Em Bonito e Corumbá esses Festivais influenciam grande a cultura popular e a comunidade local e se confundem com a história deles. Sendo os festivais um divisor de águas para o conceito de espetáculos culturais e união de pessoas interessadas em música, arte, cultura e educação.

(*) Loiva Heidecke Schiavo é assistente de Atividades Educacionais e professora.

 

 

Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
Sem comunicação não há evolução
Os líderes do agronegócio hoje concordam que precisamos dialogar muito mais com a sociedade urbana, pois sem isso não teremos aderência nas necessida...
A Ciência e o desenvolvimento: o óbvio que deve ser lembrado
Um país só se desenvolve se tiver ciência sólida que se transforme em tecnologia empregada pelo setor produtivo. Isso tem sido sobejamente demonstrad...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions