ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  02    CAMPO GRANDE 22º

Cidades

Com custo de R$ 37,8 mi, governo investe em maquinário e 127 viaturas ao Estado

Mais de 40 municípios, incluindo Campo Grande, serão contemplados com novas viaturas de segurança pública e maquinário agrícola

Por Guilherme Correia | 22/02/2021 09:05
Alguns dos veículos que serão entregues pelo governo estadual (Foto: Divulgação)
Alguns dos veículos que serão entregues pelo governo estadual (Foto: Divulgação)

Mais de 40 municípios de Mato Grosso do Sul, incluindo a Capital, receberão veículos para potencializar a agricultura familiar e segurança pública nesta segunda-feira (22). Serão 28 motoniveladoras e 127 viaturas para as polícias Civil e Militar, além do Corpo de Bombeiros Militar.

As entregas serão feitas em dois momentos. Às 10h, no Cepaer (Centro de Pesquisa e Capacitação da Agraer-Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), onde o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) repassará os maquinários agrícolas em benefício de pequenos produtores, assentados, comunidades indígenas e quilombolas.

Também receberão as motoniveladoras a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), o Cointa (Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia do Rio Taquari) e o Cidema (Consórcio Intermunicipal para o desenvolvimento das Bacias dos Rios Miranda e Apa).

O custo para o maquinário é de R$ 14 milhões, vindos do próprio governo estadual com auxílio de emendar parlamentares por meio do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

Essas emendas foram empenhadas pelos deputados federais licenciados Geraldo Resende (PSDB), atual secretário estadual de Saúde, e Tereza Cristina (DEM), chefe da pasta federal; além do deputado federal Luiz Ovando (PSL); e do senador Nelson Trad Filho (PSD).

Veja lista de investimentos:

  • 13 motoniveladoras para os municípios de Amambai, Batayporã, Caarapó, Chapadão do Sul, Coronel Sapucaia, Iguatemi, Itaporã, Jardim, Japorã, Maracaju, Naviraí, Rio Brilhante e Três Lagoas (emenda do então deputado federal Geraldo Resende);
  • 5 motoniveladoras para a Agesul (emenda do senador Nelson Trad Filho);
  • 5 motoniveladoras para a Agesul (adquiridas com recursos próprios do Governo do Estado);
  • 1 motoniveladora atenderá o Cidema - composto pelas cidades de Anastácio, Antônio João, Aquidauana, Bonito, Bodoquena, Camapuã, Caracol, Guia Lopes da Laguna, Nioaque, Maracaju, Miranda, Rio Negro, Rochedo, Ponta Porã, Porto Murtinho e Sidrolândia (emenda do senador Nelson Trad Filho);
  • 1 motoniveladora será entregue para o  Cointa - formado pelos municípios de Alcinópolis, Bandeirantes, Camapuã, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Rio Negro, Rio Verde, São Gabriel do Oeste e Sonora (emenda do senador Nelson Trad Filho);
  • 1 motoniveladora seguirá para Nioaque (emenda do senador Nelson Trad Filho);
  • 1 motoniveladora vai para São Gabriel do Oeste (emenda do deputado federal Luiz Ovando);
  • 1 motoniverladora será destinada para Ivinhema (emenda da então deputada federal Tereza Cristina).

Segurança pública - As 127 viaturas serão entregues para a Delegacia-Geral da Polícia Civil, em Campo Grande. Ao todo, 43 veículos ficarão na Capital e os outros 84 irão para 63 municípios do interior.

Foram gastos R$ 23,8 milhões, por meio de quatro processos de compra feitos em parceria entre governo estadual, bancada federal de deputados e Ministério da Justiça. Veja lista:

  • 102 viaturas para Polícia Civil (82) e Polícia Militar (20). Custo de R$ 19,2 milhões por meio de convênio entre Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) e o Ministério da Justiça. 26 ficarão em Campo Grande e 56 para delegacias do interior. 20 utilitários da PM irão a 14 batalhões e companhias do interior (15 viaturas) e cinco viaturas ficarão no Bope (Batalhão de Operações Especiais).
  • 10 viaturas para o Batalhão de Polícia de Choque, em Campo Grande. Custo de R$ 1,8 milhão aprovados por emenda do deputado federal Loester Trutis (PSL).
  • 10 viaturas para o Bope (2), Departamento de Operações de Fronteira (3) e Polícia Militar Rodoviária Estadual (5). Custo de R$ 1,3 milhão advindos da Operação Hórus.
  • Cinco unidades de resgate para o Corpo de Bombeiros Militar de Campo Grande, três para o quartel do Parque dos Poderes e duas para o da Avenida Costa e Silva. Custo de R$ 1,3 milhão de emenda da bancada federal.
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário