ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  02    CAMPO GRANDE 27º

Cidades

Compra de 347 mil doses para Capital "caducou"

Presidente do Butantan, Dimas Covas, explicou que todas as doses serão entregues ao Ministério da Saúde e não mais aos municípios

Por Lucia Morel | 14/01/2021 17:05
A Prefeitura de Campo Grande havia solicitado compra de 347,8 mil doses ao Instituto Butantan. (Paulo Guereta/Agência O Dia/Estadão Conteúdo)
A Prefeitura de Campo Grande havia solicitado compra de 347,8 mil doses ao Instituto Butantan. (Paulo Guereta/Agência O Dia/Estadão Conteúdo)

Caducou o documento enviado pela Prefeitura de Campo Grande em que formalizava ao Butantan a intenção de compra de mais de 347 mil doses da Coronavac. O Instituto cancelou os acordo de compra com 184 municípios no Brasil, entre eles, a Capital sul-mato-grossense. Mas a Secretaria de Saúde do Município não descarta a compra de outros laboratórios.

Em contrapartida, a promessa do Governo Federal é de que na segunda-feira começa a enviar as doses aos estados. Mato Grosso do Sul também já assegurou que, assim que a vacina chegar, em 48 horas o imunizante estará em cada município.

Em entrevista à CNN Brasil, o presidente do instituto, Dimas Covas, explicou que todas as doses da vacina serão entregues ao Ministério da Saúde, assim que a Anvisa aprovar o uso emergencial ou o registro da vacina. “O acordo com os municípios era para o caso de o Ministério se recusar a comprar a vacina, mas como firmamos a parceria, isso não vai acontecer", disse ele.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) informou via assessoria de imprensa que “momentaneamente, as tratativas estão mais avançadas com o Instituto Butantan e, caso todas as doses sejam de fato direcionadas ao Governo Federal, o município aguardará a distribuição”.

Pela pasta, foi informado também que a lei permite “a possibilidade de negociação com outros laboratórios”, o que “não está descartado”. O ministério deve anunciar apenas semana que vem quantas doses serão destinadas aos Estados e municípios.

Lei que permite a aquisição foi publicada hoje, mas segundo o município, a ideia é esperar.

No último dia 4 de janeiro, o prefeito Marcos Trad (PSD) oficializou pedido de 347.817 doses da CoronaVac ao Instituto Buntantan. Em memorando enviado ao Butantan, a prefeitura propõe a entrega de 121.736 doses, o que corresponde a 35% do total, em janeiro; 156.517 doses, o que corresponde a 45%, em fevereiro; e 69.564, os últimos 20%, em março.

Nos siga no Google Notícias