ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 23º

Cidades

Falta de Coronavac para fechar imunização com 2ª dose preocupa Estado

Cerca de 31 mil pessoas estão com prazo 28 dias vencendo e número pode chegar a 100 mil

Por Ana Paula Chuva e Silvia Frias | 26/04/2021 17:06
Profissional de saúde segurando frasco de Coronavac. (Foto: Marcos Maluf | Arquivo)
Profissional de saúde segurando frasco de Coronavac. (Foto: Marcos Maluf | Arquivo)

A falta de previsão para nova remessa de vacinas contra covid-19 está deixando o  Estado preocupado. Atualmente cerca de 31 mil pessoas que aguardam a aplicação da segunda dose da Coronavac estão com o prazo de 28 dias vencendo e o numero pode ser ainda maior caso novo lote não chegue até 30 de abril.

Ao Campo Grande News, o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, explicou que atualmente cerca de 31 mil pessoas estão com o prazo para aplicação da segunda dose da Coronavac vencendo e, apesar de não existir risco nenhum no atraso, a falta de data para nova remessa tem deixado todos ansiosos.

“Está chegando o prazo final para essas 31 mil pessoas, aproximadamente, estamos aguardando uma manifestação técnica do Ministério da Saúde. Faltam muitas doses da Coronavac para completar o ciclo da imunização, a fase D2, que é a segunda dose. Nem sei se ainda vem essa semana. Estamos ansiosos, assim como a população”, disse Geraldo.

Segundo o titular da SES (Secretaria Estadual de Saúde), o atraso na aplicação não oferece nenhum risco para quem está aguardando, já que estudos mostram que quanto maior a diferença de dias entre as duas doses, maior pode ser a eficácia do imunizante.

“Existem estudos que falam de até seis semanas entre as doses, então pela minha experiência acredito que uma diferença de até 10 dias depois dos 28 da primeira dose, não ofereça risco nenhum, mas estamos aguardando uma nota técnica do Ministério da Saúde que deve sair entre hoje e amanhã”, afirmou o secretário.

No entanto, mesmo sem riscos comprovados, a falta de previsão para a 15ª remesse da imunizantes tem deixado não só a população que espera pela segunda dose preocupada, mas também causado ansiedade no governo estadual.

“Se não chegar nova remessa até 30 de abril esse numero de pessoas esperando segunda dose pode chegar aos 100 mil, então isso gera uma ansiedade não só na população, mas em nós também. Estamos preocupados e na expectativa”, finalizou Resende.

 Até o momento, Mato Grosso do Sul já recebeu 14 lotes de imunizantes contra covid-19, desde o dia 18 de janeiro quando teve início a imunização. Na última remessa que chegou no dia 22 de abril, foram enviadas ao Estado 10 mil doses de Coronavac, que foram usadas para aplicação da segunda dose em idosos com 65 anos ou mais.

Conforme o painel Mais Saúde, o Estado já recebeu 580.360 doses de Coronavac, desse total 356.453 foram usados para aplicação de primeira dose e 223.817 para a segunda, até esta segunda-feira (26).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário