ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEGUNDA  22    CAMPO GRANDE 26º

Cidades

Governo irá distribuir 16 mil testes rápidos de covid para cidades de MS

De acordo com a SES, a distribuição irá beneficiará 57 municípios do Estado

Por Mylena Fraiha | 23/02/2024 16:29
Mulher faz exame antígeno nasal para detectar Covid-19 (Foto: Divulgação)
Mulher faz exame antígeno nasal para detectar Covid-19 (Foto: Divulgação)

Nesta sexta-feira (23), o Governo Estadual, por meio da SES (Secretaria de Estado de Saúde), iniciou a distribuição de 16,6 mil testes rápidos de antígeno para covid-19 às secretarias municipais de saúde em todo o estado. A ação, realizada em parceria com a Opas (Organização Pan-Americana da Saúde), beneficiará 57 municípios sul mato-grossenses somente nesta semana.

Os testes rápidos de antígeno são liberados de acordo com um fluxo estabelecido, no qual as secretarias municipais de saúde devem comprovar o uso de 80% ou mais dos testes anteriormente recebidos. Os quantitativos são calculados com base no estoque, na população e no número médio de sintomáticos respiratórios atendidos em cada município ao longo da semana.

A gerente de Influenza e Doenças Respiratórias da SES, Lívia Maziero, ressaltou a importância de evitar o uso indiscriminado dos testes. "Nesse momento, a recomendação é que os testes sejam utilizados em pacientes com sintomas respiratórios (síndrome gripal) atendidos em todo o estado, conforme Nota Técnica estadual em vigência".

Ao todo, 57 municípios cumpriram os critérios para receber os testes. A lista inclui cidades como Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Ponta Porã e outros. A retirada dos testes acontecerá até a próxima quinta-feira (29), das 7h30 às 16h30, na empresa Consórcio LIM (Logística Inteligente de Medicamentos), em Campo Grande. Municípios que optaram pelo recebimento via caminhão devem consultar o cronograma do mês.

É importante ressaltar que o teste rápido de antígeno para Covid-19 é recomendado para casos de síndrome gripal e gripes leves atendidos em Unidades Básicas de Saúde ou em Unidades de Pronto Atendimento, para pacientes que não necessitam de internação, que não possuem fatores de risco e que não estão em grupos prioritários.

A metodologia RT-PCR via Lacen/MS (Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso do Sul) continua disponível para casos de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) hospitalizados, síndrome gripal de unidades sentinelas e para grupos de risco, como gestantes, puérperas e imunossuprimidos.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias