ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Mãe agradece ajuda de vaquinha para translado de corpo de Ana Clara

Ontem, Adriana Benevides, mãe de Ana Clara, afirmou não ter recebido suporte financeiro da produtora do show

Por Viviane Oliveira | 20/11/2023 11:53

A funcionária pública Adriana Benevides divulgou nesta manhã vídeo agradecendo a vaquinha que foi aberta para ajudar no translado do corpo da filha Ana Clara Benevides Machado, de 23 anos. A jovem morreu na sexta-feira (17), após passar mal no show da cantora Taylor Swift, dentro do Estádio Olímpico Nilton Santos, no Engenhão, no Rio de Janeiro.

Ontem, em entrevista ao Fantástico, a mãe de Ana Clara afirmou não ter recebido suporte financeiro da equipe da cantora nem da produtora do show. A família então abriu uma vaquinha. Logo, o valor foi arrecadado. Nesta manhã, Adriana publicou vídeo agradecendo a quem ajudou.

“Ontem, a gente iniciou uma vaquinha pedindo ajuda, graças a Deus agora de manhã a gente já conseguiu. Nós conseguimos o valor para fazer tudo que a gente queria. Graças a Deus foi muita gente que doou e quero que Deus abençoe todos vocês e a família de vocês. Minha filha foi muito amada. Muita gratidão a todos. Os amigos dela ficaram comigo até 4 horas da manhã contando as histórias da minha filha”, disse.

O corpo será transportado de avião até o Aeroporto Internacional de Campo Grande e, em seguida, será levado de carro até o município de Sonora. A previsão é que o corpo chegue à cidade às 19h desta segunda-feira (20), onde será velado na Câmara Municipal. O sepultamento será na cidade vizinha, em Pedro Gomes, por volta das 9h de amanhã.

Há suspeitas de que a morte esteja relacionada ao calor intenso registrado no dia. Segundo o laudo preliminar do IML (Instituto Médico Legal), é preciso fazer exames laboratoriais para definir a causa da morte. Segundo a análise inicial, a estudante não apresentava sinais de qualquer doença infectocontagiosa. A Secretaria Municipal de Saúde informou que Ana Clara teve uma parada cardiorrespiratória.

Um conhecido da família em Sonora, funcionário público de 40 anos, disse que a comoção tomou conta da cidade. "Estamos  abalados. É só tristeza. A mãe está muito abalada com o que aconteceu", lamentou. Ele relembrou que Ana Clara era uma jovem muito tranquila, alegre e estudiosa.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias