ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  10    CAMPO GRANDE 18º

Cidades

MS fecha pior mês da pandemia com 81 mortos e preocupação com Campo Grande

Desde ontem, são 6 mortes segundo a SES, mas apenas de homem de Ponta Porã entrou oficialmente no boletim hoje

Por Ângela Kempfer | 30/06/2020 10:58
Homem faz a desinfecção em barreira sanitária de Ponta Porã. (Foto: Divulgação Prefeitura)
Homem faz a desinfecção em barreira sanitária de Ponta Porã. (Foto: Divulgação Prefeitura)

O número de mortos pela covid-19 em Mato Grosso do Sul subiu para 81 nesta terça-feira (30). Segundo a secretária-adjunta de Saúde, Christinne Maymone, há mais "5 óbitos que só entram no boletim amanhã". Por isso, os dados desta terça trazem 76 óbitos oficiais.

O último  caso a entrar no relatório é de homem de 61 anos, sem comorbidades relatadas, que faleceu ontem em Ponta Porã. A cidade, na fronteira com o Paraguai, já registra 4 óbitos em decorrência do coronavírus.

No relatório de mortes, até agora 11 pessoas faleceram sem relatar qualquer doença que piorasse o quadro, como diabetes ou hipertensão.

O pior mês até agora da pandemia no Estado termina com 61 vítimas que não resistiram às complicações da doença. Os sepultamentos pela covid-19, que em maio aconteciam em média a cada 37 horas, passaram a ocorrer 2 vezes por dia.

Chegamos a quase 8 mil contaminados. São 7.965 infectados, mais de 6,4 mil só em junho, com quase 9 pessoas testando positivo a cada hora. Além disso, outros 3.693 testes pendentes de resultados no Lacen ou nos relatórios dos municípios.

Veja a evolução mensal:

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Campo Grande deve assumir a liderança no ranking total de casos nos próximos dias. Hoje, a Capital tem quase 4 vezes mais de testes positivos em 24 horas na comparação com Dourados. São 140 contra 49. A Capital chegou a 2.168 contaminados e Dourados tem 2.536.

O ritmo de avanço da doença em Campo Grande preocupa, já que no dia 1º de junho eram apenas 312 contaminados. A cidade é a que tem mais leitos de UTIs ocupados hoje, 64% de forma global.

No Estado, a taxa de ocupação disparou nas últimas semanas. Eram 14 pacientes no início de junho em UTIs, hoje já são 92 em Unidades de Terapia Intensiva, do total de 183 internados.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Novos casos - Outros 10 em Rio Brilhante, 8 em São Gabriel do Oeste, 7 em Corumbá, 6 em Caarapó, 5 em Fátima do Sul, Naviraí e Três Lagoas.

Aparecida do Taboado, Glória de Dourados, Mundo Novo registraram 4 novos infectados cada; Bataguassu, Batayporã, Coxim, Douradina, Nova Alvorada do Sul, Ponta Porã tiveram mais 3 confirmações.

Também vieram 2 novas confirmações em Chapadão do Sul, Ladário, Maracaju, Nova Andradina, Rio Verde de Mato Grosso, Sidrolândia e Sonora.

Apenas 1 nova confirmação em Anastácio, Angélica, Aquidauana, Brasilândia, Caracol, Coronel Sapucaia, Deodápolis, Itaporã, Itaquiraí,  Jateí, Porto Murtinho, Rio Negro e Terenos.