A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

30/03/2019 18:10

Operação conjunta tira mais de uma tonelada de circulação na fronteira

Participaram das ações Força Aérea Paraguaia, Polícia Federal brasileira e do Ministério Público

Geisy Garnes
Foram encontrados 338 hectares de plantação de maconha (Foto: Senad)Foram encontrados 338 hectares de plantação de maconha (Foto: Senad)

Operação conjunta entre a polícia paraguaia e a Polícia Federal brasileira tirou de circulação mais de uma tonelada de maconha que seriam comercializadas na fronteira de Mato Grosso do Sul. Em 12 dias de ações, os policiais destruíram plantações da droga e apreenderam tabletes prontos para a venda e sementes.

De acordo com a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), a Operação Nova Aliança terminou nesta sexta-feira (29) com a destruição de 338 hectares de plantação de maconha distribuídos em 153 lotes. Conforme a polícia, toda a área descoberta tinha capacidade para a produção de 1.014 tonelada da droga.

Os policiais apreenderam ainda pouco mais de 116 quilos de maconha já pronta para a venda e 1.817 quilo de semente da droga. Durante as ações foram destruídas 13 prensas hidráulicas e 140 acampamentos usados pelos traficantes para esconder a droga já colhida.

A operação, com objetivo de combater o narcotráfico na linha de fronteira, foi realizada nas áreas de Colônia María Auxiliadora, Fortuna, Chiriguelo, Estrella y Alpasa, todas no departamento de Amambay, que faz divisa com Mato Grosso do Sul. A polícia acredita que as apreensões apresentem um prejuízo de 33 milhões de dólares ao tráfico.

Participaram das ações Força Aérea Paraguaia, Polícia Federal brasileira e do Ministério Público.


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions