ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  03    CAMPO GRANDE 20º

Cidades

Polícia Civil terá 225 novos agentes em todo MS a partir de segunda-feira

Os novos 95 investigadores e 130 escrivães atuarão nos 79 municípios do Estado

Por Caroline Maldonado | 12/06/2021 16:55
 Secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel se reuniu com parte dos novos policiais na academia em Campo Grande, na sexta-feira (11) (Foto: Divulgação/Governo do Estado de MS)
Secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel se reuniu com parte dos novos policiais na academia em Campo Grande, na sexta-feira (11) (Foto: Divulgação/Governo do Estado de MS)

Formados na Academia de Polícia Civil Delegado Júlio César da Fonte Nogueira (Acadepol), 225 policiais civis devem ter a nomeação publicada na edição de segunda-feira (14) do Diário Oficial de Mato Grosso do Sul. Os novos 95 investigadores e 130 escrivães irão reforçar os efetivos da Polícia Civil nos 79 municípios, segundo o secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel, que se reuniu com parte dos novos policiais na academia em Campo Grande, na sexta-feira (11).

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira comentou a importância das nomeações. “Nós vamos ter condições de prestar um melhor atendimento para a população em todas as unidades da Polícia Civil na Capital e interior do Estado, pois são novos servidores extremamente capacitados e comprometidos”.

Os novos policiais terão que realizar exames de saúde e passar por uma junta médica, após a publicação da nomeação. “Faremos um ato conjunto de nomeação, com posse a partir do próximo dia 28 de junho. Esse período de 14 dias é para que providenciem a documentação necessária para a junta médica e a posse”, explicou a titular da Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), Ana Nardes.

Representando os alunos na reunião, Marcela Andrade Morisco, que a partir de segunda-feira será oficialmente investigadora da Polícia Civil, classifica a nomeação como uma vitória, já que muitos dos novos policiais são de outras cidades e estados e muitos pediram demissão do emprego em que estavam para se dedicar ao curso de formação. “Estamos gratos ao secretário Riedel, que foi peça fundamental para que esse momento se tornasse realidade, e ao Governo do Estado. Ser policial não é um trabalho ou emprego, mas sim uma escolha de vida, uma entrega, que hoje fazemos ao serviço público e à população”.

Segundo a titular da Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), Ana Nardes, haverá ato de nomeação a partir de 28 de junho (Foto: Divulgação/Governo do Estado de MS)
Segundo a titular da Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), Ana Nardes, haverá ato de nomeação a partir de 28 de junho (Foto: Divulgação/Governo do Estado de MS)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário