ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 23º

Cidades

Colegas defendem professor que "nada fez" durante briga de alunas

Profissionais expressaram suas opiniões em post do assunto na página do Campo Grande News no Facebook

Giovanna Dauzacker | 18/03/2022 15:55
Professor aparece apagando quadro enquanto alunas brigam em sala de aula. Foto: Reprodução
Professor aparece apagando quadro enquanto alunas brigam em sala de aula. Foto: Reprodução

Colegas de profissão do professor que estava em sala de aula durante uma briga de duas estudantes concordaram com a atitude do docente. Em vídeo, enviado ao Campo Grande News pelo canal Direto das Ruas, ele aparece sem fazer nada enquanto as meninas brigam.

“O professor estava fazendo o trabalho dele, que não é educar o aluno e sim transmitir conhecimento”, diz Uliana Julia dos Santos, no post sobre o assunto na página do portal no Facebook. Na rede social, ela se identifica como professora em uma escola estadual.

Outra resposta na publicação, de Kátia Maria Oliveira, também segue a mesma opinião de Uliana. “Educação e respeito se aprende em casa”, afirma.

Entre as centenas de comentários também está o do professor de educação física, Lucas Matheus Mariano, que afirma: “Se fosse eu ainda estourava pipoca”.

Comentários em publicação sobre o assunto na página do Campo Grande News. Foto: Reprodução/Facebook
Comentários em publicação sobre o assunto na página do Campo Grande News. Foto: Reprodução/Facebook

Já Juliana Jesus de Moura Diaz defende que caso o professor tentasse conter a briga, poderia acabar levando a pior. “Se ele encostar em um aluno será acusado de agressão, isso se não for acusado de assédio sexual”.

Situação parecida aconteceu com outra profissional que não quis se identificar, nem dar entrevista, mas que relatou ao Campo Grande News. Segundo ela, em uma tentativa de separar uma briga de alunos, teve um dedo luxado.

“Já respondi por não separar também... O ideal seria que os alunos não partissem pro embate físico, né?”, questiona. “Não estamos lá pra separar briga. Nós até fazemos, mas não podemos encostar por dois motivos: preservação nossa e porque senão, qualquer coisa que aconteça, foi a professora que agrediu”.

Entenda – Em vídeo enviado ao Campo Grande News pelo canal Direto das Ruas, duas alunas da Escola Estadual Teotônio Vilela aparecem grudadas uma do cabelo da outra dentro da sala de aula.

Durante a briga, as meninas chegam a derrubar carteiras e se aproximam do professor, que segue normalmente apagando o quadro. (Confira aqui o vídeo)

Nos siga no Google Notícias