ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Recursos em processos de CNH podem ser feitos pela internet

O Detran tem ampliado as possibilidades de serviços digitais do órgão

Por Lucia Morel | 20/03/2021 09:05
Recursos de processos referentes à Carteira Nacional de Habilitação podem ser feitas pela internet. (Foto: Divulgação Detran/MS)
Recursos de processos referentes à Carteira Nacional de Habilitação podem ser feitas pela internet. (Foto: Divulgação Detran/MS)

Recursos em processos de cassação ou suspensão de CNH podem ser feitos pela internet, sem mais a necessidade de ir até uma agência do Detran (Departamento Estadual de Trânsito). Pelo portal Meu Detran é possível realizar as petições de processos já em andamento.

O departamento tem ampliado as possibilidades de serviços digitais do órgão, sendo que na última segunda-feira (15), renovação de habilitação e licenciamento de veículos, por exemplo, passaram a ser feitos, exclusivamente, pela internet.

De acordo com o órgão, por conta da prorrogação dos prazos de recursos durante a pandemia, houve acúmulo e o prazo para que os documentos sejam digitalizados e anexados aos processos chega a aproximadamente 15 dias.

“Todos os clientes que enviarem a documentação pela internet e estiverem de acordo com os requisitos exigidos, terão o recurso instantaneamente vinculado ao processo, empregando maior celeridade e agilidade em seu trâmite”, explica a diretora de Habilitação do Detran-MS, Lina Zeinab.

“É importante destacar que o usuário deve manter o endereço atualizado junto no Detran para que eventuais notificações sejam entregues no endereço correto. Caso seja necessária alguma atualização do endereço, também já pode ser feita pelo portal”, finaliza a diretora.

Desde 2019, o Detran já disponibiliza aos clientes a ferramenta ‘Recursos Online’, parecida com a nova ferramenta, porém, voltada a quem deseja recorrer de multas arbitradas, uma etapa anterior ao processo administrativo. Ambos os serviços devem ser realizados exclusivamente de forma online, pelo Portal de Serviços ou aplicativo do órgão, clicando aqui.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário