ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 12º

Cidades

Soldados do "Bonitão do PCC" foram presos com pistola e 100 kg de maconha

A pistola 9 mm apreendida, aparentemente, foi a mesma utilizada no assassinato de Luis Davis Cárdenas de Souza

Por Viviane Oliveira | 06/01/2021 09:56
Fracisco preso durante batida da polícia paraguaia (Foto: ABC Color) 
Fracisco preso durante batida da polícia paraguaia (Foto: ABC Color)

Os brasileiros Francisco José Teixeira Vieira, 34 anos, e Manuel Victor de Oliveira Neto, 21 anos, foram presos nesta terça-feira (5) com pistola 9 milímetros e quase 100 quilos de maconha escondidos numa casa, localizada no Bairro General Genes, em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha a Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande.

Conforme o site ABC Color, os dois são soldados do principal coordenador atual do PCC (Primeiro Comando da Capital) em Pedro Juan Caballero, o paulista Giovanni Barbosa da Silva, conhecido como Bonitão.

Segundo o jornal, aparentemente, Bonitão teve que retornar a São Paulo para receber instruções após o início da guerra contra o clã de Fahd Jamil, o “Fuad”, o ex-rei da fronteira procurado pela polícia de Mato Grosso do Sul acusado de integrar o grupo de extermínio de Jamil Name.

Ontem, durante buscas na casa foram localizados quase 100 quilos de maconha e uma pistola 9 milímetros. A arma, provavelmente, usada na noite da última segunda-feira (dia 4), de acordo com o ABC Color, para matar Luis Davis Cárdenas de Souza, 24 anos, e ferir o paraguaio Sergio Basani Yuá, 84 anos, no Bairro Maria Victória. Os dois suspeitos, segundo testemunhas, que mataram Luis, estavam em um veículo branco, carro semelhante ao que Francisco e Manuel foram vistos recentemente na cidade.

Nos siga no Google Notícias