ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  22    CAMPO GRANDE 17º

Cidades

Teste para covid em MS já era realizado em janeiro, dois meses antes do 1º caso

Antes do primeiro positivo no Estado, pelo menos 36 testes foram realizados em Campo Grande

Por Guilherme Correia | 16/09/2020 16:17
Coleta de exame RT-PCR realizado em drive-thru na Capital no mês de abril (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)
Coleta de exame RT-PCR realizado em drive-thru na Capital no mês de abril (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)

Quase dois meses antes do 1º caso de covid-19 confirmado em Mato Grosso do Sul, paciente já realizava exame RT-PCR para diagnosticar a doença no Estado. Segundo a SES (Secretaria Estadual de Saúde), a primeira coleta foi realizada em 25 de janeiro, em um morador de Campo Grande, menos de um mês depois do primeiro caso confirmado no mundo, na China.

Em nota, a assessoria de imprensa da pasta informa que o caso não foi considerado suspeito por não se encaixar nos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde à época, que notificou o caso posteriormente como “excluído”.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), contudo, não relatou o primeiro caso (de janeiro). Segundo assessoria de imprensa da pasta municipal, o primeiro caso da Capital que levantou suspeitas de estar infectado, entrou definitivamente na contagem em 26 de fevereiro.

Levantamento feito pelo Campo Grande News, com base em dados divulgados diariamente pelo Estado, mostra que pelo menos 36 pacientes realizaram testagem do novo coronavírus a partir da data informada pela Sesau e antes da primeira confirmação oficial, em 14 de março.

A SES também informa que o Lacen (Laboratório Central) de Mato Grosso do Sul só começou a apurar exames de covid-19 a partir do mesmo dia de quando a doença chegou no Estado.

Antes, conforme assessoria, os materiais coletados eram enviados para o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo (SP), que era “referência indicada pelo Ministério da Saúde para o envio”.

Segundo o Ministério da Saúde, o primeiro caso confirmado da doença no Brasil se deu em 26 de fevereiro. A origem do "paciente 0" (o primeiro caso) da covid-19 no mundo ainda não foi precisada. Apesar disso, é consenso que o vírus teve surgimento na cidade de Wuhan, na República Popular da China, em meados de dezembro de 2019.