ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  01    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Vacina acaba em 64 municípios e só 15 ainda têm doses

No total, Estado aplicou 97% das doses que foram enviadas pelo governo federal; maior índice do País

Por Guilherme Correia | 16/06/2021 10:15
Pontos de imunização em Campo Grande estão desativados por conta da falta de vacinas (Foto: Henrique Kawaminami)
Pontos de imunização em Campo Grande estão desativados por conta da falta de vacinas (Foto: Henrique Kawaminami)

Mais da metade (64) dos municípios de Mato Grosso do Sul já aplicaram todas as doses de vacinas contra a covid-19 enviadas pelo governo federal para aplicação de 1ª dose e aguardam novo recebimento para dar continuidade à vacinação da população.

No total, o Estado aplicou já 97% do que foi repassado, já que dos 15 municípios que ainda restam ao menos uma dose, todos já utilizaram mais de 90% do quantitativo.

Lógico que isso traz um retardo muito grande da nossa estratégia de imunizar a nossa gente", explica o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, ao Campo Grande News.

Conforme o PNI (Plano Nacional de Imunizações), criado em 1973, a responsabilidade da aquisição de imunizantes é da União, e aplicação fica a disposição dos entes estaduais e municipais. Ainda que, por conta de decisões emergenciais feitas durante a pandemia, estados possam comprar vacinas, essa compra têm de seguir uma série de condições.

Esses critérios têm feito com que Mato Grosso do Sul, que sequer recebeu autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), não tenha comprado vacinas russas Sputnik V. Ainda assim, o secretário estadual Geraldo Resende afirma que há intenção de compra desde que seja em "volume necessário para ampliar a vacinação", e não apenas no quantitativo de 1% da população, conforme estabelece a Agência.

"Estamos aguardando [mais vacinas] com expectativa. O Ministério da Saúde sempre indica na segunda-feira o quantitativo, mas passou segunda-feira, terça-feira e não tivemos informação ainda. Mas deve acontecer hoje", finaliza Resende.

Os municípios de Nioaque, Bataguassu, Aquidauana, Sidrolândia, Miranda, Bandeirantes, Japorã, Bodoquena, Corumbá, Dois Irmãos do Buriti, Três Lagoas, Bela Vista, Novo Horizonte do Sul, Guia Lopes da Laguna e Rochedo, conforme levantamento feito com base em dados do "vacinômetro", não aplicaram todas as vacinas destinadas à 1ª dose.

Segunda dose - Comparando o total de doses recebidas em relação ao total de dose aplicadas, mas apenas entre as classificadas para uso como 2ª dose, 14 municípios sul-mato-grossenses já aplicaram todas as vacinas disponíveis - Eldorado, Bodoquena, Nova Alvorada do Sul, Laguna Carapã, Douradina, Juti, Rochedo, Brasilândia, Corumbá, Aral Moreira, Nova Andradina, Iguatemi, Anaurilândia e Itaporã.

Vale ressaltar que o próprio Ministério da Saúde definiu, em 21 de março, que municípios podem utilizar todo o quantitativo de doses sem ter de "estocar" para aplicação da 2ª dose.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário