ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 30º

Cidades

Valores triplicam em 2020 e “descanse em paz” pode custar até R$ 30 mil

Mortes tiveram aumento de 16,2% em 2020 e impactaram no mercado funerário que também inflacionou custos

Por Tainá Jara e Ana Paula Chuva | 23/02/2021 14:56
Escolha do caixão pode encarecer de forma considerável os custos funerários (Foto: Paulo Francis)
Escolha do caixão pode encarecer de forma considerável os custos funerários (Foto: Paulo Francis)

O ano com recorde de mortes impactou na venda de planos funerários em Mato Grosso do Sul. Na pandemia, as adesões triplicaram em relação aos anos anteriores. O abismo no preço para “descansar em paz”, no entanto, se mantém e pode variar de R$ 3,5 mil a R$ 30 mil.

Para o consumidor não desembolsar tudo de uma vez, as funerárias oferecem planos com valores entre R$ 55 e R$ 110 por mês. De acordo com o presidente do Sindef-MS (Sindicato dos Pax e Funerárias de Mato Grosso do Sul), Gilvan Paes da Silva, o aumento nas vendas fugiu a média comum de 5% ao ano e saltou para 15% em 2020.

O aumento na procura ajuda a equilibrar os anos de baixo reajuste, justifica. Silva explica que a alteração de preços costuma se basear em IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado). O índice disparou no ano passado acumulando 23,14%, o triplo do ano anterior.

Devido a alta, as funerárias garantem que tem repassado apenas o índice inflacionário para consumidor há pelo menos cinco anos. No ano passado, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) fechou em 4,52%.

Enterro em cemitérios estão inclusos no preço de planos funerários (Foto: Paulo Francis)
Enterro em cemitérios estão inclusos no preço de planos funerários (Foto: Paulo Francis)

“O foco não é que as pessoas morram para gente ganhar direito. Mas, que as pessoas usufruam dos benefícios. A intenção é ter um cliente realmente satisfeito e que [o plano] não seja uma grande despesa. As pessoas de baixa renda são as que mais precisam e as que mais a gente trabalha”, explicou o presidente do sindicato que representa 154 pax, funerárias e cemitérios do Estado. .

O plano mais barato é o mais vendido, contempla sete pessoas e inclui, além dos serviços funerários, benefícios como desconto em atendimentos médicos.

Custo funerário – Enterrar familiar ou ente querido nunca foi barato, mas pode ficar 10 vezes mais caro se a família recorrer ao alto padrão.

Em ano de crise, o presidente do sindicato afirma que o aumento geral dos custos foi quase inevitável. Materiais, como flores, tiveram reajuste de preço considerável, o que, segundo Silva, não foi repassado ao consumidor.

É possível verificar, no entanto, aumento considerável de preço em relação há quatro anos. Na época, pessoas ouvidas pela reportagem chegaram a pagar R$ 1.800 para enterrar, mesmo aderindo a planos. A gaveta custava R$ 1,2 mil e o embalsamento R$ 600.

Agora, o custo médio é de R$ 5 mil por pessoa, sendo R$ 3,5 mil dos serviços oferecidos para velório e embalsamento e mais R$ 1,5 mil da gaveta. .

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Mortes – Em ano de pandemia, o número de mortes bateu recorde em relação aos últimos anos. Conforme levantamento do Datasus, em 12 meses do ano passado, 19.356 pessoas morreram em MS, 16,2% a mais que em 2019, quando ocorreram 16.459 mortes no Estado.

Até o ano passado, a média anual de crescimento era de 2,6%, bem abaixo do quantitativo registrado em 2020. Somente de covid-19, foram 2.329 óbitos no ano passado.

Preços:

Funerária Nipo Brasil – Planos variam de R$ 39,9 a R$ 88,00. O primeiro não inclui gavetas, por tanto, é necessário desembolsar R$ 1,8 mil na hora de enterrar, com isto o custo passa a ser R$ 73 mensais incluindo a manutenção. O plano mais caro inclui três gavetas e não possui taxa extra de manutenção, mantendo o preço fixo mesmo após o uso. Os dois planos incluem assistência funerária e assistência saúde e contemplam até seis pessoas com grau de parentesco.

Pax e Funerária São João Batista – Os planos da Pax Funerária contemplam sete pessoas. Variam de R$ 55 a R$ 77 mensais.  O mais barato não inclui gaveta, tendo a família que desembolsar R$ 1,5 mil na hora do enterro para compra do item. Todos os planos incluem serviços funerários, além de assistência farmacêutica e odontológica.

Pax Real do Brasil – Os planos variam de R$ 66 a R$ 99 e incluem até oito pessoas. O primeiro oferece apenas uma gaveta e o segundo três. Ambos incluem plano médico e odontológico. Geralmente é necessário pagar adicional quanto ao uso de formol, no valor de R$ 400. O plano pode ficar mais caro caso haja inclusão de familiares. O valor é de R$ 11 a mais por pessoa.

Pax São Judas – Na Pax São Judas Tadeu, os planos variam de R$ 54 a R$ 120, podendo variar de acordo com os serviços funerários adquiridos. O plano de R$ 54 mensal não inclui gaveta, sendo necessário desembolsar R$ 1,2 mil na hora de enterrar. O plano de R$ 82 dá direito a uma gaveta, já o de R$ 120 a duas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário