A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/03/2016 16:07

"É hora de recuperar tempo perdido por outros governos", diz Reinaldo

Evento de apresentação de resultados do primeiro ano de gestão e assinatura das novas metas para 2016 aconteceu hoje (07) em Campo Grande.

Bianca Bianchi
Governador Reinaldo Azambuja durante evento de balanço do primeiro ano de sua gestão, na tarde de hoje (07) em Campo Grande (Foto: Alan Nantes)Governador Reinaldo Azambuja durante evento de balanço do primeiro ano de sua gestão, na tarde de hoje (07) em Campo Grande (Foto: Alan Nantes)

"Mato Grosso do Sul tem pressa. É hora de recuperar o tempo perdido por governos que fizeram o que quiseram, como quiseram, quando quiseram e para quem quiseram, deixando as necessidades reais da população sul-mato-grossense em segundo plano".

Com esta fala, o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), iniciou discurso durante evento de apresentação de resultados do primeiro ano da sua gestão, na tarde desta segunda-feira (07) no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande.

De acordo com o balanço, 65% das 115 metas estabelecidas para as 13 pastas estaduais e pela Procuradoria Geral do Estado foram cumpridas. Um vídeo de aproximadamente cinco minutos apresentou de forma resumida os pontos alcançados.

O destaque da segurança pública foi para a formação e contratação de 1,6 mil militares, dos quais policiais civis e bombeiros. Em educação, o reajuste dos professores que tornou o piso dos profissionais de Mato Grosso do Sul o maior do País foi exaltado. Na área da saúde, o governo destacou a caravana da saúde, que visitou sete municípios, realizando 44,5 mil consultas gerais, 17,5 mil cirurgias e 9,2 mil exames.

Sobre as metas não cumpridas, Azambuja explicou que a economia de 2015 foi o principal fator. "Os 35% que não foram cumpridos ficaram comprometidos basicamente por restrições financeiras, a economia não cresceu, o ano foi difícil", admitiu Azambuja, que garantiu que essas metas não serão deixadas de lado e devem ser abordadas novamente nos próximos três anos de governo.

Além do balanço, governador e secretários estaduais assinaram, também, os contratos contendo as novas metas para 2016. Com auditório lotado, o governador defendeu que a marca de sua gestão é cuidar com zelo do recurso público e respeitar os que pagam impostos. "Não vamos terceirizar responsabilidades", garantiu.

Governo altera datas de teste de aptidão física em concurso da Polícia Civil
  Foram alteradas as datas para realização da avaliação de aptidão física dos candidatos que continuam a participar do conurso público para escrivão ...
Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...


Cuidar com zelo do dinheiro publico, esta fazendo isso mesmo alugando sala no shoping dos ipes para padrinhos politicos por milhoes de reais...nossa esta zelando bem mesmo parabens por conseguir ser pior que seus antecessores, me arrependo de ter votado em ti azambuja..agora vai ficar discursando só para conseguir colocar um prefeito de seu partido em Campo Grande...
 
Leandro Cavalcante em 08/03/2016 11:42:43
Percebemos mesmo que esta recuperando o tempo perdido,principalmente em aumento e remanejamento de impostos sr Azambuja
 
Camila Fernandes em 08/03/2016 07:52:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions