A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

04/11/2013 19:22

“Encontrar autor é questão de honra”, diz delegado sobre criança atropelada

Zana Zaidan

O delegado responsável pelas investigações da morte de João Carlos de Souza, de três anos, afirma que está trabalhando “incessantemente” para encontrar o autor do crime. A criança foi atropelada ontem (3), no bairro Tarsila do Amaral, em Campo Grande, enquanto brincava na frente de casa, ao lado do pai e outros familiares. Uma Honda CG Titan verde, que trafegava em alta velocidade, tentou ultrapassar um carro pela direita, atingiu João e fugiu sem prestar socorro.

“Eu e a equipe de investigadores estamos fazendo hora extra, e mais cedo ou mais tarde vamos encontrá-lo. Agora é uma questão de honra. É uma criança de apenas três anos, e a morte gerou muito sofrimento para a família. Estavam todos bastante comovidos no velório”, afirma o delegado Weber Luciano de Medeiros, da 2ª Delegacia de Polícia de Campo Grande.

Medeiros explica que hoje foram ouvidas testemunhas, que relataram que o autor usava um capacete preto e camiseta rosa no momento do crime. No entanto, nenhum dos que presenciaram o fato conseguiu anotar a placa da moto. “Disseram que a moto estava sem placa, mas precisamos detalhar melhor isso, porque no momento de desespero as pessoas não conseguem se atentar para a anotação da placa”, acredita.

Outra providência foi a checagem de câmeras de segurança instaladas ao longo da rota de fuga relatada pelas testemunhas. “Pedimos as imagens da câmera de uma residência na rua Mãe Menininha, e de um estabelecimento comercial, que está fechado e ainda não conseguimos localizar o dono. Mas, vamos insistir para conseguir as imagens”, reforça o delegado.

O caso – João morreu por volta das 16 horas, na rua Mãe Menininha, no conjunto Tarsila do Amaral, em Campo Grande. Ele brincava perto do meio fio, ao lado do pai, quando uma Honda CG Titan verde, que trafegava em alta velocidade, tentou ultrapassar um carro pela direita e o atingiu.

O pai da criança, de Edinei Ferreira de Souza, 34 anos, também foi atingido. Uma das rodas passou por cima do pé dele. Parentes estavam sentados na calçada e viram de perto o acidente.

O corpo de João foi velado na manhã de hoje. Weber participou do velório, onde conversou com vizinhos e familiares do menino para colher informações sobre o suspeito.

O delegado reforça que a comunidade pode ajudar na localização, fazendo denúncia anônima pelo telefone 190, da Polícia Militar.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...


q deus conforte o coração desse pai e dessa mãe e q as autoridades não desista de encontrar esse monstro
 
walter rodrigues em 04/11/2013 21:25:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions