A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

31/03/2009 14:56

Anistia Internacional cobra segurança a índios presos

Redação

A Anistia Internacional cobra informações sobre a prisão de índios guarani sul-mato-grossenses, da aldeia Passo Piraju, em Dourados, que atualmente estão no presídio Harry Amorim Costa.

A organização enviou carta ao Governo Brasileiro onde manifesta preocupação com Carlito de Oliveira, Nilson Duarte, Estevão Duarte e Plácida de Oliveira, todos acusados de furto a casa de um sargento da Polícia Militar, no dia 12 de fevereiro. Carlito também é suspeito de assassinato em abril de 2006.

O documento também foi encaminhado ao Ministro da Justiça, Tarso Genro; ao presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Márcio Meira; ao embaixador de Brasil em Chile (pais sede da AI), Mario Valalva, e para o Secretário de Segurança Publica do Mato Grosso do Sul, Wantuir Jacini.

Na carta, a Anistia pede que sejam adotadas medidas para garantir segurança aos indígenas presos e exige investigação sobre denúncias de uso excessivo da força por parte da Polícia, além de ameaças e intimidação que eles dizem ter sofrido.

A organização também lembra do impasse sobre demarcação de terras no Estado e reivindica esforços no processo de identificação das terras guarani. (Informações do Cimi)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions