A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 25 de Junho de 2018

11/06/2009 18:37

Anvisa suspende campanhas culturais de anador e aspirina

Redação

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) suspendeu nessa semana em todo o país a veiculação de duas campanhas publicitárias que realizavam concursos culturais para promover os medicamentos Anador e Aspirina, isentos de prescrição médica e usados no tratamento da dor. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União de terça-feira.

De acordo com Maria José Delgado Fagundes, gerente de monitoramento e fiscalização de propagandas da Anvisa, as duas campanhas apresentam irregularidades e cometem infrações sanitárias, pois estimulam ou induzem o uso indiscriminado dos remédios.

O concurso da Aspirina, por exemplo, tem como tema "Um mundo com menos dor". O participante deveria criar uma frase que responda à pergunta "O que você faria para ter um mundo com menos dor?" e ainda precisaria indicar o nome de mais três amigos - que também seriam premiados, caso a frase fosse escolhida.

O concurso estava com inscrições abertas até o dia 19 deste mês e os vencedores receberiam prêmios em títulos de capitalização (entre R$ 10 mil e R$ 25 mil) - os amigos ganhariam videogames, celulares e tocadores de MP3. O site com a campanha foi tirado do ar na terça-feira.

Já o concurso do Anador pedia que o participante criasse uma frase sobre o tema "Como levar a vida sem dor de cabeça". As cinco melhores dicas ganhariam um ano de supermercado (com valores pré-pagos entre R$ 300 e R$ 500 mensais). As inscrições foram encerradas no dia 29 de maio.

Na visão da Anvisa, campanhas como essas induzem as pessoas a consumirem de maneira indiscriminada esses medicamentos. Uma propaganda que dá prêmio de R$ 25 mil e ainda premia mais três pessoas quer atrair o consumidor oferecendo algo maior que os riscos do medicamento, declarou o órgão.

A Bayer Health Care, responsável pela Aspirina, e a Boehringer Ingelheim do Brasil, responsável pelo Anador, informaram, por meio de suas assessorias de imprensa, que ainda não foram notificadas pela Anvisa sobre a decisão.

Normas - Entram em vigor na próxima terça-feira (16) as novas normas e restrições da Anvisa sobre a publicidade de medicamentos. As celebridades, por exemplo, não poderão mais dizer que utilizam determinado remédio e sugeri-lo ao telespectador em propagandas. Distribuir amostras grátis e brindes também será vetado.

Maioria dos participantes de enquete acha que o Brasil não vence a Copa
Para a maioria, 67%, dos participantes da enquete desta semana, a seleção brasileira não tem chances de vencer a Copa do Mundo na Rússia. Após o empa...
Versão da Nota Fiscal Eletrônica deve ser atualizada até dia 2 de Julho
A Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) alerta os mais de 25 mil empresários do Estado para o fim do prazo para atualização da versão da Nota Fisca...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions