A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

13/08/2012 21:20

Após cobrança do CNJ, TRE-MS publica lista nominal de salários

Nyelder Rodrigues e Nadyenka Castro
Servidores inativos apresentaram os maiores salários na tabela publicada pelo TRE-MS (Foto: Simão Nogueira)Servidores inativos apresentaram os maiores salários na tabela publicada pelo TRE-MS (Foto: Simão Nogueira)

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) divulgou nesta segunda-feira (13) a folha salarial nominal dos servidores no mês de junho. A publicação foi feita no mesmo dia que o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) cobrou a divulgação dos salários identificando o nome do servidor.

Conforme a tabela, entre os servidores ativos e inativos, o maior salário líquido em junho foi de Helena Yano Fedorowicz, inativo que recebeu R$ 123.706,81, sendo R$ 110.280,30 relativos a verba indenizatória.

Já Augusto Costa Canhete, também inativo, teve a remuneração líquida de R$ 22.971,62, segundo maior salário. A terceira maior remuneração foi de Eronides de Oliveira França, inativo que recebeu vencimentos de R$ 22.338,50 em junho.

Entre os ativos, os que tiveram a maior remuneração líquida foram os analistas judiciários Wilson Pedro Dos Anjos, Fabiana Saliba Pereira Ramalho e Hardy Waldschmidt.

Os salários deles foi de, respectivamente, R$ 16.172,67, R$ 16.159,15 e R$ 16.151,11. A menor remuneração da folha de pagamento foi de R$ 284,45, recebido por Jakeline De Souza Gonçalves, servidora requisita e lotada no Cartório da 32ª Zona Eleitoral.

Os servidores requisitados, entre eles juízes, aparecem na lista com baixas remunerações, alguns deles com remuneração zero, pois estão cedidos ao TRE-MS e já recebem um salário do órgão de origem.



Concordo plenamente com o Sr. Jose da Silva; sou favorável à Lei da Transparência, entendo que devemos sim saber o quanto é pago aos funcionários públicos, pois são nossos impostos que sustentam isot; porém entendo que não deva ser publicado o nome de quem ganha e nem o quanto, isto expõe demais a pessoa, que na maioria das vezes tem família, filhos que acabam se tornando alvo fácil de marginais.
 
Luciana Tosta em 15/08/2012 08:14:05
Salarios como estes no Brasil e de ficar muito doido mas na real é o salario minimo que é uma vergonha. Se liga pobreza
 
MOISES BATISTA GONÇALVES em 14/08/2012 09:01:25
Não sou funcionário publico !! Não concordo com divulgação dos nomes. Tem bandido assaltando por mixaria. Imaginem sabendo quanto(R$) seu colega ou familiar, que é func publico ganha, o que a bandidagem vai aprontar. Coloquem só o valor do salario e matricula
 
JOSE DA SILVA em 14/08/2012 08:32:21
Rafael Santos, sou empresário e pago o salário destes servidores por meios dos altos tributos que recolho todos os meses. Não tenho inveja de quem vive de salário, só tenho direito de saber quanto ganham meus empregados, pois é o que os servidores públicos o são: emrpegados da população. Então, Sr. Rafael, mais respeito com quem paga seu (suponho) salário.
 
Roberto de Lima da Cruz em 14/08/2012 01:16:44
Pronto, agora os curiosos de plantão podem matar a curiosidade de saber quanto os seus conhecidos ganham e morram de inveja dos salários deles, e comecem a estudar para o concurso do TRE, quem reclama é pq tem inveja.
 
Rafael Santos em 13/08/2012 11:05:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions