A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/12/2008 14:53

Após crime, padrasto fugiu para Amambai, diz Polícia

Redação

O indígena conhecido apenas como Genésio é o principal suspeito de ter matado a menina Oslaine Ortiz, de 9 anos, que teve a ossada encontrada na manhã de hoje, em Dourados. De acordo informações da Policia Civil, Genésio, depois de ter cometido o crime, mudou-se para outra aldeia indígena em Amambai.

Na manhã de hoje uma denúncia da Funai (Fundação Nacional do Índio) levou a Policia até o local onde o corpo da menina foi jogado, que fica próximo a aldeia Jaguapiru. Segundo testemunhas, restavam apenas os ossos da menina, pois o corpo teria sido deixado lá há cerca de três meses.

A Funai conta com uma força de apoio que faz a segurança policial nas aldeias. Nesta semana ela realiza a operação Sucuri, em Amambai, que a cada dois meses vai às aldeias da região e recebe as ocorrências, o que acabou revelando o paradeiro do corpo.  O próprio padrasto teria contado aos homens da Operação onde abandonou a garota.  

Conforme a Polícia, vizinhos contam que no dia do desaparecimento de Oslaine, Genésio teria se embriagado, juntamente com a mãe da menina, e depois teria estuprado-a, informação que ainda está sendo investigada. Até o momento, já foram caracterizado dois crimes: homicídio e ocultação de cadáver.

A menina estava desaparecida há 3 meses.              

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions