A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018

04/02/2008 10:10

Avião que caiu em Aral Moreira carregava agrotóxicos

Redação

O avião que caiu na noite de domingo, dia 3, em uma fazenda próxima a Aral Moreira, distante 368 quilômetros de Campo Grande, era usado na pulverização de agrotóxico. Segundo o Corpo de Bombeiros de Ponta Porã, a aeronave estava carregada e uma explosão resultou do choque na terra, causando a morte instantânea de Luiz Eustáquio Peralta Júnior, 24 anos.

Rodrigo Wilncler Rodrigues, 24 anos, foi socorrido por empregados da fazenda Salamanca, onde aconteceu o acidente, chegou ser levado pelo Corpo de Bombeiros ao hospital de Ponta Porã, mas não resistiu aos ferimentos. Os bombeiros explicaram que ele teve 80% do corpo queimado.

Conforme a Polícia Civil, a aeronave pertencia à empresa Pelicano que foi contratada para fazer o trabalho de pulverização na fazenda, distante 30 quilômetros de Aral Moreira. Segundo a Polícia Militar, representantes da empresa e da família foram ao hospital na manhã desta segunda-feira, dia 4, mas ainda não há pistas sobre a causa real do acidente.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions