A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

22/12/2015 20:40

Cuidadores demitidos do Asilo cobram rescisão e ameaçam ir à Justiça

Flávio Paes/Thiago Souza

 O Asilo dos Velhos São João Bosco, demitiu no último sábado, 19 cuidadores de idosos e não pagou as verbas rescisórias. O grupo ameaça recorrer à Justiça para cobrar seus direitos. Segundo o Senalba (Sindicato dos Trabalhadores em Entidades Culturais, Recreativas e Assistencia Social e Formação no Estado de Mato Grosso do Sul) , alguns trabalhadores estão com três meses de salário em atraso.

Cada trabalhador só teria recebido um cheque de R$ 1.200,00. O Sindicato diz que concordou em homologar as rescisões (mesmo com as pendências financeiras), para garantir aos trabalhadores acesso ao seguro-desemprego e saque do saldo do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

O atraso salarial não é reconhecido pela direção da entidade. A instituição alega que não tem recursos para pagar as verbas rescisórias, referentes ao aviso prévio, 13º proporcional, além da multa rescisória. tenham acesso, pelo menos, ao seguro desemprego. Garante que vai efetivar os pagamentos tão logo consiga levantar os recursos juntos aos seus doadores. 

A cuidadora de idosos Magda dos Santos Elichese, trabalhou no asilo por quatro anos. Ela diz que não merecia receber esse tipo de tratamento. “Estou humilhada, indignada. A gente trabalha com tanto carinho e ficaram tanto tempo sem pagar”, reclamou.

Em nota distribuída no final da tarde, o presidente do Asilo, Gersino José dos Anjos, o Asilo informa que as demissões fazem parte de um processo de ajuste de folha à realidade financeira da instituição. Assegura que não há funcionários com três meses de salário e atraso e que “ todos os demitidos tiveram acesso ao seguro desemprego e ao FGTS. Até o final do ano receberão entre R$ 1.800,00 e R$ 6.500,00 depositados em conta vinculada”. 

-

 

Homem é ferido a tiro em saída de pagode no Bairro Taquarussu
Giovani Rodrigues Barbosa, 22 anos, foi baleado no tórax na saída de um pagode, na madrugada deste domingo (18), na Avenida Presidente Ernesto Geisel...
Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions