A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/06/2011 11:17

Acadêmica violentada em campus da UFMS fixa em R$ 250 mil pedido de indenização

Aline dos Santos
Estupro aconreceu próximo à ponte que liga blocos da UFMS. (Foto: João Garrigó)Estupro aconreceu próximo à ponte que liga blocos da UFMS. (Foto: João Garrigó)

A acadêmica vítima de estupro no campus da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, pediu à justiça R$ 250 mil de indenização. O valor consta no processo, que tramita na 1ª Vara da Justiça Federal. Mas, conforme o advogado Mansour Elias Karmouche, o juiz pode determinar um valor maior.

Além de indenização, o advogado solicitou, por meio de liminar, o custeio do tratamento clínico e exames laboratoriais, perícia para avaliar o estado psicológico da jovem e o ressarcimento de despesas dos pais da universitária.

Eles moram no interior de São Paulo e vieram a Campo Grande, onde a filha mora sozinha, após o crime. A justiça deu prazo de dez dias para que a UFMS se manifeste. A jovem passa por tratamento psicológico.

O estupro ocorreu no dia 11 de abril. A estudante foi violentada em um matagal próximo a ponte que liga o teatro Glauce Rocha ao bloco dos cursos de Química, Economia e Administração. Ela foi abordada na ponte e levada para o matagal.

A acadêmica ouviu um barulho de pessoas que estavam perto do local do estupro e, por medo de morrer, correu ainda nua. Robson fugiu pelo lado oposto.

Robson Vander Lan, de 29 anos, foi preso no dia seguinte e confessou o estupro. Pelo menos oito vítimas reconheceram o estuprador e procuraram a Delegacia da Mulher.

O processo por estupro contra a estudante tramita na 2ª Vara Criminal de Campo Grande.



e o que o estuprador faz ainda vivo?
 
ricardo feldens em 16/06/2011 12:53:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions