A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/05/2013 07:22

Acusados de intermediar homicídio de advogado vão a júri hoje

Aline dos Santos

Vão a julgamento nesta terça-feira os acusados de intermediar o assassinato do advogado Nivaldo Nogueira de Souza. O homicídio foi no dia 23 de março de 2009, em Costa Rica. A partir das 8h, na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, Edoildo Ramos, Jair Roberto Cardoso e Willia Inácio Rodrigues vão se sentar no banco dos réus.

No mês passado, foram condenados três pessoas pela execução da vítima. Os jurados entenderam que os réus cometeram o crime de homicídio qualificado por motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima.

Conforme a acusação, o crime aconteceu a mando do pecuarista Oswaldo José de Almeida. Ele teria agido por vingança porque o advogado estava perturbando a vida dele, inclusive processualmente, o que configuraria o motivo torpe.

Oswaldo teria contratado Edoildo Ramos para intermediar a contratação dos autores. Jair Roberto Cardoso também é apontado como intermediador entre mandante e executores. Eles teriam agido sob a promessa de receber R$ 40 mil.

Outro acusado de envolvimento no assassinato é Willia Inácio Rodrigues. Ele teria indicado Michel como a pessoa para atirar em Nivaldo. O pecuarista, apontado como mandante, vai a julgamento no mês de junho. O processo tramitava em Costa Rica, mas a pedido da defesa foi remetido para Campo Grande.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions