ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Ambulantes ‘expulsos’ dos terminais podem pleitear 38 vagas que sobraram

Vendedores que não conquistaram pontos no sorteio desta segunda-feira fecharam a avenida Gury Marques

Por Anahi Zurutuza e Christiane Reis | 23/01/2017 17:50
Maria Ipiaz não conseguiu vaga para continuar trabalhando no Terminal Bandeirantes, mas quer participar do próximo sorteio (Foto: Alcides Neto)
Maria Ipiaz não conseguiu vaga para continuar trabalhando no Terminal Bandeirantes, mas quer participar do próximo sorteio (Foto: Alcides Neto)
Protesto na avenida Gury Marques na tarde de hoje (Foto: Alcides Neto)
Protesto na avenida Gury Marques na tarde de hoje (Foto: Alcides Neto)

Os vendedores ambulantes que não conseguiram os pontos de venda dos terminais de ônibus de Campo Grande poderão participar de um segundo sorteio. Segundo a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) 38 vagas sobraram após seleção feita nesta segunda-feira (23), que até gerou protesto de comerciantes insatisfeitos com o resultado.

De acordo com Henrique de Matos Moraes, representante da Agetran na comissão que definiu as regras de distribuição dos pontos, será publicado no Diário Oficial do Município a homologação do sorteio realizado hoje, o número e a localização das vagas remanescentes, além da data para a nova etapa de seleção.

Maria Ipiaz, de 34 anos, trabalhava vendendo água, refrigerante, balas e acessórios de cabelo no Terminal Bandeirantes há quatro anos, mas não conseguiu a vaga e está agora na lista de espera.

Ela é uma das que diz não se importar em mudar de ponto de venda e vai procurar a Agetran para participar do próximo sorteio. “Prefiro continuar no Bandeirantes, em outro horário, porque fica perto de casa, da creche das crianças. Mas, se eu conseguir vaga em outro, eu vou. Tenho quatro filhos para sustentar”, afirmou.

Protesto – Revoltados com a distribuição dos pontos de venda e horários das autorizações para comércio nos terminais, cerca de 40 ambulantes fecharam a avenida Gury Marques, em frente ao Terminal Guaicurus no início da tarde de hoje. O tráfego só foi liberado por volta das 17h.

Como ficou – O edital para recadastrar os interessados em trabalhar nos terminais saiu no Diário Oficial do Município do dia 23 de dezembro. No total, 156 ambulantes se inscreveram e dez tiveram o cadastro para participar do sorteio impugnado por falta de documentação.

Portanto, 146 entraram na disputa por 135 vagas e 11 ficaram como suplentes.
A sobra de 38 vagas ocorreu porque muitos inscritos haviam manifestado interesse por determinados horários de alguns terminais.

Agora os contemplados têm de ir até a Central de Atendimento do Cidadão, na rua Cândido Mariano, para regularizar a documentação. Depois disso, eles voltam à Agetran e efetivar o cadastro, pegar a carteirinha de identificação e começar a trabalhar de forma regularizada.

Os ambulantes têm até 30 dias para fazer todo este processo. Passado este prazo, serão chamados os suplentes. Os interessados no novo sorteio também podem ir até a Agetran para fazer nova inscrição. Mas, esta segunda seleção só acontecerá depois do prazo desta primeira etapa de preenchimento das vagas.

Confira a lista de vagas remanescentes:

Terminal Morenão – 1 vaga no período noturno (18h às 24h)

Terminal Aero Rancho – 1 vaga para o matutino (6h às 12h) e 6 para o noturno

Terminal Júlio de Castilho – 1 vaga para o matutino e 3 para o noturno

Terminal Hércules Maymone – 3 vagas para o matutino, 6 para o vespertino (12h às 18h) e 5 vagas para o noturno

Terminal General Osório – 6 vagas para o noturno

Terminal Bandeirantes – 2 vagas para o matutino e duas para o noturno

Terminal Nova Bahia – 2 vagas para o noturno

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário