ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  17    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Ao tentar fazer “arrastão”, ladrão finge ter problemas mentais e é preso

Homem invadiu loja de pneus, também tentou furtar peixaria e arrombar outra loja de cadeira de rodas

Por Alana Portela | 13/04/2021 10:12
Estátua da Deus da Justiça que fica na esquina do Fórum, onde a audiência de custódia vai ocorrer. (Foto: Paulo Francis)
Estátua da Deus da Justiça que fica na esquina do Fórum, onde a audiência de custódia vai ocorrer. (Foto: Paulo Francis)

Na tentativa de enganar policiais, homem de 49 anos fingiu ter problemas mentais, mas foi preso por furto ao fazer “arrastão” pelo Centro de Campo Grande. O caso aconteceu ontem (12), após o autor furtar loja de pneus, tentar invadir uma peixaria e arrombar janela de uma loja que vende cadeira de rodas.

Na noite de ontem, uma pessoa acionou a Polícia Militar após ver dois homens, um de short vermelho e camiseta preta e outro de calça e camiseta manga longa camuflada, arrombando a porta de uma loja de pneus, que fica na Avenida Ernesto Geisel.

Eles estavam com um carrinho de compras de um supermercado e após entrarem na loja, saíram carregando um macaco hidráulico e dois pneus de caminhonete.

Os policiais realizaram buscas pela região, momento que receberam a informação de que as duas mesmas pessoas tentaram furtar uma peixaria, contudo, o proprietário ouviu o barulho e até o local.

Ao ver o dono do estabelecimento, os ladrões fugirem sem levar nada. Eles correram sentido a rua Brilhante, local onde um dos autores foi encontrado.

Ao avistar a viatura, ele sentou e encostou numa janela de vidro de uma loja que vende cadeira de rodas. Para enganar os militares, o autor ficou se balançando para fingir ter problemas mentais.

Durante a abordagem, os policiais notaram que a grade tinha sido retirada da janela onde o autor estava encostado. Em seguida, os militares encontraram algumas chaves e parafusos no chão.

O autor recebeu voz de prisão e confessou que tinha furtado pneus horas antes com um comparsa e conseguiram trocar por drogas.

Os policiais foram até a loja de pneus e apesar de ter visto a porta abaixada, percebeu que o local tinha sido arrombado. Com o autor foi encontrado uma mochila, onde ele guardou a jaqueta camuflada usada na hora de praticar o furto.

Ele foi levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, onde responde por furto qualificado.

Susto - No dia seguinte, a proprietária da loja de pneus, uma mulher de 46 anos, foi informada por um funcionário que o local havia sido furtado.

Os ladrões conseguiram levar chave de rodas, maletas de pistos, pistolas automáticas, dois macacos hidráulicos, uma televisão de 42 polegadas, 40 pneus de moto, 8 pneus de caminhonete, notebook e cafeteira elétrica.

Na delegacia, a vítima soube que um dos autores estava preso e reconheceu alguns dos objetos furtados na loja, que foram apresentados pelos policiais.

Autor – Já na delegacia, o autor contou que é chefe de cozinha, mas está desempregado. Ele relatou que é dependente químico há mais de 20 anos e já foi preso por tráfico de drogas.

Ainda confessou que pediu para seu comparsa cuidar a movimentação da rua, enquanto ele arrombava a porta da loja de pneus. Depois entraram no estabelecimento e furtaram vários pneus, colocaram no carrinho de supermercado e fugiram.

De lá, eles foram até um ferro velho onde venderam os objetos para um jovem de 27 anos. Com o dinheiro em mãos, os ladrões foram até o bairro Nha-nhá, onde compraram pasta base de cocaína.

Depois, combinaram de arrombar mais comércios do Centro para furtar e trocar por drogas.

Receptação – O jovem de 27 anos que comprou os produtos furtados foi preso em flagrante por receptação após confessar ter comprado quatro pneus e um macaco hidráulico.

No dia, os ladrões foram até sua residência e ofereceram os produtos que ele comprou por R$ 1,3 mil.

Os policiais realizam buscas pela casa e encontraram os objetos furtados, momento que deram voz de prisão para o jovem.

Nesta terça-feira ele e o autor dos furtos passam por audiência de custódia no Fórum de Campo Grande.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário