A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

23/06/2018 14:39

Após 5h de negociação, garota desce de caixa d’água e é levada à UPA

Adolescente tinha cortes nos pulsos e cicatrizes de outras automutilações

Danielle Valentim
A garota tinha subido na estrutura por volta das 6h depois de suposta briga familiar. (Foto: Fernando Antunes)A garota tinha subido na estrutura por volta das 6h depois de suposta briga familiar. (Foto: Fernando Antunes)

A negociação de militares do Corpo de Bombeiros e Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) para que uma adolescente de 15 anos descesse da caixa d’água de um condomínio, do Bairro Pioneiros, se encerrou às 11h30, deste sábado (23). A garota tinha subido na estrutura por volta das 6h depois de suposta briga familiar.

O Campo Grande News acompanhou parte da negociação, que iniciou com militares do Corpo de Bombeiros e finalizou com intermediação de militares do Bope.

A garota permaneceu sentada no reservatório de altura equivalente a 7 andares. Depois de descer, a menina foi levada a uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Capital. Socorristas constataram cortes nos braços da adolescente e cicatrizes de automutilações anteriores.

Quando o Bope age? Segundo o chefe da equipe de negociação, Cleiton da Silva Santos, o Bope é acionado sempre que não há solução na primeira intervenção, já que em alguns casos o primeiro contato não é bem recebido pelo causador.

“Assim que chega ao local, a equipe colhe informações com familiares e só depois sobe para conversar e fazer com que a vítima desabafe e decida descer”, explica.

Caso – A adolescente subiu na caixa d’água no Condomínio Castelo de San Marino, no Bairro Pioneiros, na manhã deste sábado (23), e o fato mobilizou duas equipes do Bope e duas do Corpo de Bombeiros.

Testemunhas, que terão a identidade preservada, afirmaram que a adolescente subiu na estrutura após uma briga familiar. Três militares do Corpo de Bombeiros subiram no reservatório usando as escadas externas, e um deles sentou-se ao lado da menina para tentar convencê-la a descer.

Minutos depois, dois homens do Bope também entraram na negociação. No pátio do condomínio, muitos curiosos acompanharam os trabalhos, ao redor do reservatório capaz de armazenar 30 mil litros de água.

Ainda durante a manhã, outros dois casos de tentativa de suicídio movimentaram o Corpo de Bombeiros. Um no pontilhão da Ernesto Geisel e outro no Zé Pereira. Por volta das 9h30, uma mulher tentou se jogar do pontilhão localizado na Avenida Ernesto Geisel e Salgado Filho. Por volta das 10h40, uma idosa ameaçava se jogar em frente a carros na Avenida José Barbosa Rodrigues, no Zé Pereira.

Bope é acionado sempre que não há solução na primeira intervenção, já que em alguns casos o primeiro contato não é bem recebido pelo causador. (Foto: Fernando Antunes)Bope é acionado sempre que não há solução na primeira intervenção, já que em alguns casos o primeiro contato não é bem recebido pelo causador. (Foto: Fernando Antunes)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions