A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

04/03/2011 17:33

Após audiência no TJ, agentes fazem assembleia para decidir se encerram greve

Marta Ferreira

Em greve há 60 dias, os agentes de saúde e de controle de epidemiologia de Campo Grande fazem assembleia às 18h para decidir se voltam ao trabalho, após audiência de conciliação realizada nesta tarde no Tribunal de Justiça, para tentativa de acordo com a Prefeitura de Campo Grande.

A audiência estabeleceu prazo até o dia 10 de abril para que a Prefeitura estude a pauta de reivindicações dos grevistas. O ponto mais polêmico envolve o pedido de reajuste salarial, dos atuais RF$ 700 para R$ 2 mil.

A audiência de hoje havia sido marcada para o dia 2 de março e foi transferida porque o desembargador responsável pelo caso, Fernando Mauro Marinho, teve uma outra sessão de julgamento na mesma data.

Participaram da audiência sindicalistas e representantes da Procuradoria Jurídica do Município.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde Pública em Campo Grande, Amado Cheikk, informou que a reunião “foi boa”, e que a categoria vai decidir na assembleia desta tarde se volta ao trabalho.

Impasse - A greve começou no dia 4 de janeiro e desde então, não houve negociação. A Prefeitura sempre disse que não negociaria enquanto os agentes não voltassem a trabalhar.

Os servidores, por outro lado, não retornaram ao trabalho mesmo com a determinação judicial de pagamento de multa de R$ 25 mil com a decisão da Prefeitura de cortar os salários de mais de 250 grevistas, que não receberam pagamento este mês.

A Prefeitura também criou comissões para investigar a conduta dos agentes em greve e chegou a mudar as regras para a demissão de servidores em estágio probatório. A mudança já estaria programada, mas foi acelerada porque há servidores nessa condição entre os grevistas.

Adiada audiência entre agentes de saúde em greve e Prefeitura
Foi adiada a audiência marcada para hoje entre representantes Prefeitura de Campo Grande e dos agentes de saúde e controle de epidemiologia que estão...
Após 52 dias de greve de agentes, Justiça marca audiência para tentar acordo
O desembargador Fernando Mauro Moreira Marinho marcou para o dia 2 de março audiência para uma tentativa de conciliação entre a Prefeitura de Campo G...
Em meio a greve e dengue em alta, secretário de Saúde tem férias suspensas
O secretário de saúde pública de Campo Grande, Leandro Mazina, teve as férias suspenas em despacho do prefeito Nelson Trad Filho publicado hoje no Di...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions