ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, TERÇA  19    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Após confusão no trânsito, homem invade casa e acaba morto com tiro no peito

Crime aconteceu na noite de ontem (28) na Rua Capão Redondo, no Chácara das Mansões, bairro localizado na saída para São Paulo

Por Viviane Oliveira | 29/11/2020 07:11
Fiat Uno de cor verde ficou estacionado em frente de uma casa (Foto: Direto das Ruas) 
Fiat Uno de cor verde ficou estacionado em frente de uma casa (Foto: Direto das Ruas)

Maykon Cezarin da Silva, 23 anos, morreu com tiro no peito na noite de ontem (29), na Rua Capão Redondo, no Chácara das Mansões, bairro localizado na saída para São Paulo, em Campo Grande. No bolso da calça da vítima, foram encontrados celular e porção de maconha.

Próximo ao corpo, havia um Fiat Uno, de cor verde, abandonado. A polícia apura se a confusão começou em razão de uma briga de trânsito.

Conforme boletim de ocorrência, testemunha de 62 anos contou que a casa onde o corpo estava estendido em frente pertencia à filha dele, de 34 anos. Segundo ele, por volta das 20h, recebeu ligação da filha dizendo para o pai ir até o local urgente, porque três homens estavam atrás do marido dela, de 41 anos, e que um deles já havia sido atingido por tiro e os outros dois escaparam para uma área de mata.

Quando a testemunha chegou ao local, cerca de 50 minutos depois, encontrou o corpo na frente da casa e uma equipe da Polícia Militar preservando a área. Sua filha, genro e netos não estavam mais na residência. O portão de elevação da casa estava aberto. No local, havia ocorrido churrasco com bebidas e sinais de que os donos tinham saído às pressas, pois havia restos de comida nos pratos e carne picada para preparo de arroz carreteiro.

No quarto do imóvel, foram encontradas munições calibre 380 e 32. Ainda segundo a testemunha, o genro tem uma arma, é proprietário de transportadora em posto de gasolina na região e afirmou não saber se ele tinha rixa com alguém. A testemunha também não soube dizer o paradeiro da filha, muito menos do genro. Foram feitas buscas na mata, mas nada foi localizado.

A polícia chegou até a casa da proprietária do Fiat Uno encontrado abandonado próximo ao corpo. À polícia, a mulher contou que o filho, identificado como Gabriel, havia saído com o carro na companhia de dois colegas, Maikon e outro rapaz. Ela não soube dizer para onde os três haviam ido. Relatou apenas que o filho e Maikon tinham passado a tarde juntos. Os dois trabalhavam em um açougue.

O carro foi apreendido para ser periciado. A Polícia Civil investiga se a briga começou no trânsito. Tudo indica que o dono da casa foi perseguido pelos rapazes até a residência dele. Lá, ele pegou a arma e atirou nos três, um deles morreu no local. Os outros fugiram para a mata.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário