A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Abril de 2019

15/02/2019 15:19

Após descoberta de corpo, só cães dão vida a sítio onde houve 2° enterro

Rosilei teve o corpo furtado e foi enterrada com alguns pertences por José Gomes Rodrigues, ex-namorado que era obcecado pela vítima; ex-policial militar morava na chácara

Ronie Cruz
Carpete e pertences da vítima estão espalhados ao redor da cova dentro da propriedade. (Foto: Ronie Cruz)Carpete e pertences da vítima estão espalhados ao redor da cova dentro da propriedade. (Foto: Ronie Cruz)

Uma chácara escondida em uma estrada de terra que vai dar na entrada do Aeroporto Santa Maria, na saída para Três Lagoas em Campo Grande. Esse foi o lugar onde o corpo de Rosilei Potronieli, 37 anos, misteriosamente desaparecido após o sepultamento no cemitério de Dois Irmãos do Buriti, foi encontrado três dias depois do sumiço. 

Debaixo de um arvoredo a poucos metros de uma casa pequena que estava com as portas fechadas, mas as luzes acesas em pleno dia, ainda está a cova que abraçou o corpo até a noite desta quinta-feira (14), quando a polícia o localizou.

Em volta do buraco, um travesseiro com uma mancha amarela, uma minissaia, uma camiseta e uma bolsa feminina, além de um carpete comprido capaz de forrar quase que completamente o fundo da cova. A bolsa suja de terra guarda uma caneta e alguns papéis de apostas da loteria que já se desfazem após serem encharcados pela chuva.

No pé da árvore, ficaram as luvas descartáveis usadas pela perícia depois que a polícia chegou ao paradeiro do corpo.

Pá foi deixada perto de roupas femininas e de uma bolsa pequena enterrada com a mulher. (Foto: Ronie Cruz)Pá foi deixada perto de roupas femininas e de uma bolsa pequena enterrada com a mulher. (Foto: Ronie Cruz)

Perto da cova, uma pá descansa encostada na árvore. O buraco foi cavado a cerca de um metro de uma espécie de depósito de ferramentas dentro da chácara, onde também foi deixada uma enxada apoiada em uma mureta.

Com a porteira aberta, a propriedade sem placa está sem ninguém após a identificação dos suspeitos da subtração do cadáver. Só o bando de cachorros vira-latas vigiam a propriedade e não deixam aparentar que o local ficou completamente abandonado.

A delegada Nelly Gomes dos Santos Macedo confirmou que Rosilei teve o corpo furtado e foi enterrada com alguns pertences pelo ex-policial militar José Gomes Rodrigues, ex-namorado que era obcecado pela vítima.

 

Cova não chega a ter nem um metro de profundidade. (Foto: Ronie Cruz)Cova não chega a ter nem um metro de profundidade. (Foto: Ronie Cruz)

A vizinhança que vivia acostumada com a tranquilidade do lugar se assustou com a movimentação de policiais na quinta-feira (14). Mas quase ninguém se atreve a falar sobre o assunto.

O enterro em segredo de Rosilei dentro da propriedade aconteceu também de forma silenciosa. O ex-namorado da vítima que vivia na chácara teria feito um "pacto de amor" com a vítima, segundo apurou a polícia, por isso buscou o cadáver para ser enterrado próximo dele.

O vizinho mais próximo é Donizete Biazoto. Alguém que diz não ter dito quase nenhum contato com Domingues. “Eu tive contato com ele pelo menos duas vezes. Mas foi só bom dia e pronto. Em uma dessas vezes vi ele fechando a porteira e saindo num gol branco”, disse Donizete negando ter notado qualquer comportamento estranho no ex-namorado de Rosilei.

“Mas essa chácara é arrendada. Ninguém para aí. De tempo em tempo a gente vê caminhão de mudança saindo e chegando. Esse homem [Domingues] estava aí há um mês pelo menos”, acrescentou o vizinho.

Após ter sido enterrada duas vezes, na última vez pelo ex-namorado, Rosilei deve ter o descanso afinal. O corpo aguarda a família para liberação no Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) em Campo Grande.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions