A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

07/01/2014 16:27

Após ouvir suspeito de agredir namorada, delegada convoca pivô de briga

Lidiane Kober e Bruno Chaves

Enquanto ouve Matheus George Tannous, 19 anos, suspeito de agredir gravemente a namorada, Giovanna Nantes Tressi de Oliveira, 18, na virada do ano, em Campo Grande, a delegada Rosely Molina convocou o primo da jovem, Alan Andrade de Oliveira, 17, para comparecer à Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher). Ele seria o pivô da briga do casal.

Por volta das 16h, Alan chegou ao local, mas ainda não sabe se ficará cara a cara com Matheus, que, neste momento, presta depoimento. “Tomara que não”, disse o primo de Giovanna sobre a possibilidade de precisar fazer acareação com o suspeito. Uma tia dele o acompanha.

Horas depois de pedir o adiamento do depoimento por falta de “condições psicológicas”, Matheus recuou e foi, por volta das 14h45 desta terça-feira (7), à Deam dar sua versão do caso. A mãe de Giovanna acredita que ela tenha sido agredida pelo namorado. Já o rapaz diz que a jovem sofreu uma queda após beber.

Matheus foi acompanhado de dois advogados e pediu para falar com a delegada Rosely Molina, responsável pelas investigações. Ela interrompeu reunião para ouvir o jovem. O suspeito chegou com expressão tensa à delegacia e não falou com os jornalistas.

Pela manhã, os advogados pediram o adiamento do depoimento por falta de “condições psicológicas”. Outro motivo, segundo Rosely, seria ameaças que ele vem recebendo de populares. Alan reafirmou também ser alvo de ameaças por suspeitar do envolvimento de Matheus nos ferimentos da prima. Segundo amigos, o jovem teria ciúmes da relação do primo com a namorada.



Giovana caiu e o chão criou braços, mãos, pés, e se fez em ponta pés, chutes, socos e muitas porradas... INDIGNADA...
 
Gilda G Martins em 08/01/2014 08:58:36
Uma garota linda acontece isso! Como fraturar o dois lados da face em um tombo? Só se ela caiu com o lado esquerdo e depois com o direito do rosto! Isto é impossível! Este deveria ser entregue ao povo para ser feito a "Lei de Talião"(isso seria o justo, mas estamos no "brasil" e a justiça trabalha para o crime!) e se ele sobrevivesse sorte dele, teria certeza que nunca mais ele sonharia e fazer de novo! Se eu ver ele na rua a surra é certa! Pega ele pessoal!
 
Alexandre de Souza em 07/01/2014 18:34:56
Desde o começo esse cara tá mentindo. Primeiro em conluio com o pai, agora com os advogados. Mentiras que vão fazer o TANNOUS confessar a tentativa de homicídio. Dra. ROSELY, está na hora de se atentar para o medo que as testemunhas tem desse sujeito violento e ameaçador para pedir sua prisão. Ele pode estar tentando obstruir o trabalho da justiça fazendo ameaças. 90 dias é o legal ! Agora vem dizer que ele é que está sendo ameaçado? Coitado, tá virando vitima! Pára com isso! A sociedade campo-grandense aguarda uma resposta rápida e justa! Houve o crime de agressão física, a PM chegou em seguida ao local, não viu sinais de luta, os advogados também afirmam isso... mas que luta? Uma mocinha contra um marmanjão bêbado? Nos primeiros murros ela caiu e cheio de ódio ele a massacrou. Amor...??
 
samuel gomes-campo grande em 07/01/2014 17:51:25
Caso o Matheus assinasse Oliveira e a Giovanna assinasse Tannous, esse Matheus já teria confessado a barbárie que cometeu e a barbárie que não cometeras. Pau que bate em Chico não é o mesmo pau que bate em Francisco. TRISTE MS.
 
JOSÉ NASCIMENTO em 07/01/2014 17:28:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions