A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

26/01/2014 19:41

Após ser liberado, jovem é preso por desacatar policiais em Shopping

Helton Verão e Kleber Clajus
Judson entrando na viatura para ser levado a Depac Centro (Foto: Kleber Clajus)Judson entrando na viatura para ser levado a Depac Centro (Foto: Kleber Clajus)

Um dos indivíduos detidos na tarde deste domingo (26) no Shopping Campo Grande por bagunça, foi preso por desacato, após ser liberado. Ele é um dos quatro maiores entre os 17 detidos na tarde de hoje. Judson Twany Leonardi Gonçalves, 24 anos, foi encaminhado a Depac Centro.

De acordo com o Major Dióscoro, da Polícia Militar, o rapaz, após ser liberado fez questão de ficar no ponto de apoio da PM, montado no lado externo do Shopping esperando os amigos. “Ele perdeu a oportunidade ir embora e desacatou o policial ao não sair da área”, explica.

As testemunhas dizem que o rapaz pediu para ficar no local esperando a liberação dos amigos, enquanto os policiais pediam para ele sair.

Os 17 jovens foram detidos por tumulto no espaço de recreação Playland. Os seguranças foram acionados porque, segundo os funcionários do local, eles estavam gritando e assustando os clientes. O grupo chegou a sair de lá, mas foi seguido pelos corredores e abordado na descida de uma das escadas rolantes, na praça central.

São 12 rapazes e 5 garotas. O Boletim de Ocorrência foi registrado por "descumprimento de ordem judicial". A Polícia Militar configurou a presença do grupo como o dito “rolezinho”, que foi proibido pela Justiça sul-mato-grossense. A decisão proibia algazarra e aglomerações neste domingo dentro do Shopping.

Os pais dos 17 jovens detidos na tarde deste domingo por fazer bagunça no Shopping Campo Grande começaram a chegar por volta das 19 horas para serem notificados pelos oficiais de justiça no posto montado para a operação deste domingo.



Falou tudo ricardo , ficam ai perdendo tempo com criança e o playboy filho de papai sai bebado na noite ai atropelando meio mundo ...
 
Rafael Paz em 30/01/2014 17:02:35
Tempestade em copo d'água. Os jovens estavam saindo quando foram abordados e revistados, não tinham nada, mas como uma madame disse que falavam alto e assustou sua filhinha, eles foram detidos. Absurdo! Porque falar alto, eles falam mesmo.
 
marcia maria em 27/01/2014 17:30:48
RECADO A TODOS OS LEITORES. Acho que por ser uma pessoa de estatura pequena, já fui assaltado 2 vezes ao caminhar em Campo Grande há 3 e há 9 anos atrás e por menores armados. Neste sentido, quero só chamar atenção ao fato de que é justamente esse perfil de menor inconsequente, que não conhece mais sinalizações de limites, que vem assaltando e até matando ao longo destes anos várias pessoas da idade deles ou pessoas que até deixaram família desemparada. Um exemplo recente foi o caso do comerciante que reagiu ao assalto no início deste mês e foi assassinado por menor. Direitos humanos são importantes, assim como os limites e os bons valores, em memória dos que se foram e dos que estão vivos. Ética, respeito e vida.
 
Fernando Giardino em 27/01/2014 00:56:14
Não basta ser pai, tem que participar da educação desses baderneiros. Enxada pra eles!
 
Carlos Magno em 26/01/2014 23:53:43
Só por isso.
Eita regime de exceção......
Quanta bestialidade por uma ínfima coisa.
Porque a PM não faz uma segurança após as boates do sertanojo universotário abrir as porteiras e os cuiudos saírem rasgando a afonso pena de cabo a rabo?
..... depois não querem ser criticados
 
Ricardo Piazza em 26/01/2014 21:29:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions