A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

21/05/2014 12:47

Após trapalhadas no HU, bebê segue no CTI e precisa de doação de sangue

Aline dos Santos

Após ser submetido a três cirurgias numa série de trapalhadas no HU (Hospital Universitário) de Campo Grande, o bebê Luiz Fernando, de 11 meses, segue no CTI (Centro de Terapia Intensiva) e precisa de doação de sangue.

“Já fui no bombeiro. Hoje à tarde vou ao Exército. Estou pedindo para as pessoas doarem. As plaquetas estão muito baixas”, afirma Luiz Ramão Vilhalva, 38 anos, pai do bebê. O tipo sanguíneo do menino é A positivo. O pai pede a solidariedade dos leitores do Campo Grande News. “Peço que doem. Que falem que é para o Luiz Fernando”, diz.

Segundo ele, o filho faz hemodiálise para estabilizar o quadro clínico e entrar na fila de trasplante de rim. “Graças a Deus está melhorando. Já desinchou bastante. É um guerreiro, passar pelo que passou”, afirma o pai. O menino, que tem problema renal congênito, completa um ano na próxima quarta-feira. A família é de Rio Brilhante.

Além da doença, o bebê enfrentou uma série de contratempos. Ele foi para a mesa de cirurgia três vezes. O menino, chegou, inclusive, a ser aberto na região do pescoço e depois fechado, após a unidade de saúde não localizar um cateter.

No Hospital Universitário, o atendimento para doação de sangue vai das 7h às 12h, de segunda a sexta-feira. Para doar sangue, o voluntário precisa ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 55 kg, estar com boa saúde e bem alimentado. Também é necessário levar um documento oficial com foto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions